Legislativo

Repasse menor

13 de junho de 2017 - 14:08

Da Redação

Compartilhe

Adilson Jr: Legislativo precisa de investimentos

Ao contrário do que ocorreu no ano passado, quando a Câmara de Santos devolveu à Prefeitura cerca de R$ 24 milhões – o equivalente a 28% do orçamento do Legislativo santista -, desta vez o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) vai ter que se contentar em receber um valor bem menor de volta.

O presidente do Legislativo, Adilson Jr (PTB), entende que a Câmara necessita fazer investimentos importantes para facilitar o trabalho dos vereadores, incluindo melhorias no centenário prédio (a edificação é do início do século passado) e, principalmente, ampliar os canais de comunicação da população com os edis.

Melhorias internas e reformas já possibilitaram a economia de R$ 1,3 milhões desde o início do ano, segundo Jr.

Mas ele quer investir mesmo é na área de comunicação, seja via TV Legislativa, na licitação de uma agência de publicidade e até na contratação de profissionais de comunicação para ampliar os canais para atendimento à população, algo que não conta com o aval do seu colega, Benedito Furtado (PSB), jornalista, aliás, que se insurge contra a medida em razão da necessidade de contenção de gastos pelo momento financeiro do País.

Jr. lembra que estes recursos pertencem ao Legislativo e melhorias precisam ser feitas.

Com cerca de R$ 55 milhões, em média, comprometidos com o pagamento de pessoal (ativo e inativo), a Casa tem direito ao orçamento de R$ 89 milhões neste ano.

Se as ações pretendidas pelo presidente da Casa forem adiante, parcela considerável dos R$ 34 milhões restantes para outras despesas serão investidas no próprio Legislativo.

Desta forma, a única certeza é que o valor repassado no ano passado – um recorde – não se repetirá este ano.

Na ocasião, os recursos foram fundamentais para o pagamento de parte dos salários dos servidores em dezembro passado.