Greve dos servidores

Tudo ou nada

17 de abril de 2017 - 18:03

Da Redação

Compartilhe

Greve dos servidores de Santos será decisiva nesta terça, com a reunião de conciliação no TJ. Diário Oficial de hoje traz os abonos previstos até o final do ano, conforme aprovação da Câmara

Greve dos servidores de Santos será decisiva nesta terça, com a reunião de conciliação no TJ. Diário Oficial de hoje traz os abonos previstos até o final do ano, conforme aprovação da Câmara. Foto: Nando Santos/Arquivo

Esta terça-feira será decisiva para os rumos da greve dos servidores municipais, que completa 40 dias hoje.  Isso porque está agendado no Tribunal de Justiça a audiência de conciliação entre o Sindicato dos Servidores – Sindserv e a Prefeitura de Santos em razão do reajuste salarial.

Além do aumento salarial de 7% – mesmo índice do reajuste do IPTU – , o sindicato pretende solicitar que não sejam descontados dos servidores os dias parados. A greve, até o momento, não foi considerada legal ou ilegal.

A Prefeitura, porém, se mantém irredutível e promete descontar os dias no pagamento do próximo dia 25. Na edição do Diário Oficial de hoje – com aprovação pela Câmara – já constam os decretos dos pagamentos de abono de 2% de julho a setembro, depois de 5,35% em outubro e novembro, com incorporação deste índice apenas em dezembro. O dissídio da categoria é em fevereiro.

Paralelamente, a concentração de servidores permanece nesta terça, às 8 e 14 horas, na Praça Mauá, em frente ao Paço Municipal. Na quarta (19), concentração às 8 horas no mesmo local e assembleia da greve no Sindicato dos Metalúrgicos (Av. Ana Costa, 55, Vila Mathias), às 19 horas, quando será discutida a continuidade ou não da paralisação.