Virou rotina

Receita e Polícia Federal apreendem 1,2 toneladas de cocaína no Porto de Santos

Com o apoio de cães, integrantes da PF e Receita Federal identificaram a presença de 32 bolsas esportivas contendo tabletes de cocaína, totalizando 1.207 kg, divididos em dois contêineres.

09 de agosto de 2018 - 18:39

Da Redação

Compartilhe

Apreensão atingiu mais de 1,2 toneladas de cocaína no Porto de Santos, segundo a Polícia Federal, que atuou em conjunto com a Receita Federal. Foto: Divulgação

Receita e Polícia Federal apreenderam na quarta (8) um lote de 1.207 quilos de cocaína (peso bruto, incluindo as bolsas).

A informação, porém, foi divulgada apenas nesta quinta (9).

O trabalho contou com o apoio da Guarda Portuária.

Por meio de imagens de câmeras de monitoramento foi detectada a movimentação suspeita de uma pequena embarcação próxima a navio atracado no porto, que indicava o possível içamento de volumes ao convés.

A partir daí, iniciou-se operação de busca a bordo, com a identificação de dois contêineres suspeitos.

Os contêineres foram desembarcados para verificação, que contou com atuação da Equipe de Condutores de Cães de Faro da Alfândega de Santos.

Obteve-se sinalização positiva dos cães para presença de entorpecente em ambos os contêineres.

Durante a abertura, foram localizadas 32 bolsas esportivas contendo tabletes de cocaína, totalizando 1.207 kg.

Entre arroz e sucata

No primeiro contêiner, com carga de arroz orgânico, foram encontradas sete bolsas.

No segundo, com carga de sucata de aço inoxidável, outras 25 bolsas.

O destino de ambos os contêineres era o Porto de Antuérpia, na Bélgica.

A PF nem a Receita divulgaram o nome da embarcação.

Ninguém foi preso.

 

Cães farejadores foram utilizados para identificação das drogas apreendidas em dois contêineres. Foto: Divulgação

LEIA TAMBÉM: