Segurança

Delegacia de Defesa da Mulher de Santos passa a funcionar 24 horas

Unidade santista é a 8ª DDM do Estado em regime de 24 horas

26 de março de 2019 - 15:21

Da Redação

Compartilhe

O secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, participou, nesta terça-feira (26), da inauguração do atendimento 24 horas da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos.

Na ocasião, também aconteceu o descerramento da placa do 7° Distrito Policial da cidade que passou por revitalização.

O evento aconteceu na sede de ambas as unidades (Rua Assis Corrêa, 50 – Gonzaga).

“Hoje estamos dando um grande passo porque inauguramos a 8° delegacia de Defesa da Mulher em regime de 24 horas no Estado”, destacou o secretário.

“Nosso objetivo é dar à população a segurança que desejam e, acima de tudo, merecem. E isso começa com a proteção às mulheres”, concluiu.

O delegado geral de polícia, Ruy Ferraz Fontes, marcou presença na solenidade. Ele destacou o importante passo que a Polícia Civil está dando em relação à segurança das mulheres paulistas.

“Nosso objetivo é tirar da história casos trágicos de violência, como o feminicídio”, afirmou.

As duas delegacias existem em Santos desde dezembro de 2008. Portanto, para as respectivas inaugurações passaram por um processo de revitalização, com pinturas internas e externas, além da troca de revestimentos.

Expectativa

No caso da especializada, que passa a ter o atendimento ininterrupto a partir de hoje, também houve o remanejamento de mais quatro profissionais. Dessa forma, uma delegada e três escrivãs foram realocadas para garantir o serviço 24 horas por dia.

“Tenho plena confiança em toda a equipe que, com muita justiça e sabedoria irá conduzir o plantão desta delegacia, fazer cumprir as medidas protetivas e, acima de tudo, prestar um atendimento humanizado às mulheres”, ressaltou o delegado Manoel Gatto Neto, diretor do Deinter 6.

Durante o evento, a delegada titular da DDM, Fernanda dos Santos Souza, falou da expectativa que tem em relação aos registros de ocorrência a partir do atendimento ininterrupto.

Segundo ela, a tendência é que aumente o número de casos apresentados na unidade e que pessoas de outros municípios próximos procurem o atendimento.

“É necessário um atendimento diferenciado e mais humanizado às mulheres. A ideia é permitir que a vítima se sinta à vontade e tranquila para fazer a denúncia. E agora, com o atendimento 24 horas, isso poderá acontecer em qualquer horário”, afirmou.

Atualmente, o prédio está situado em um terreno de 1.626,27 m², com uma área construída de 466,2 m², beneficiando os mais de 433,3 mil habitantes do município de Santos.

Além disso, a estrutura possui 15 salas e cinco banheiros, sendo que na parte térrea se encontra o 7° DP e no 1ª andar a especializada em atendimento às mulheres.

O prefeito da cidade, Paulo Alexandre Barbosa, também participou da cerimônia de inauguração das delegacias.

Na ocasião, ele falou da importância da parceria entre município e estado.

“A delegacia da Defesa da Mulher de Santos irá contar com guardas municipais e tudo que for necessário para funcionar. Iremos apoiar e auxiliar está iniciativa, que traz mais segurança às nossas mulheres. Quando atuamos em conjunto quem ganha é o cidadão”, finalizou.

Produtividade das unidades

Ao longo de 2018, a DDM de Santos instaurou 872 inquéritos policiais, expediu 238 medidas protetivas e realizou 129 prisões.

Contudo, somente no mês de janeiro deste ano, foram 86 inquéritos, 62 medidas e 15 prisões.

Por outro lado, o 7º DP, instaurou 410 inquéritos policiais no ano passado, e realizou 260 prisões. Além disso, apreendeu 12 armas de fogo e recuperou 78 veículos produtos de roubo e/ou furto.

Atendimento 24 horas em DDMs

Durante a terceira reunião do secretariado, o governador João Doria reafirmou o compromisso da abertura de 40 Delegacias de Defesa da Mulher (DDMs) por 24 horas em sua gestão.

A escolha das unidades é feita a partir de estudos e planejamento estratégico.

Com a DDM de Santos, portanto, o Estado passa a contar com oito unidades funcionando 24 horas. São cinco na Capital. As demais funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h.

A inauguração do atendimento 24 horas na 2ª (Sul), 6ª (Santo Amaro), 7ª (Itaquera) e 8ª (São Mateus) DDMs da Capital aconteceu no dia 8 de março.

A 2ª DDM de Campinas passou a ter atendimento ininterrupto a partir de 28 de fevereiro deste ano. A de Sorocaba, desde 30 de janeiro e a 1ª DDM da Capital desde 2016.

LEIA TAMBÉM: