Meio Ambiente

Instituto Mar Azul promove mutirão de limpeza de praia em Santos

Mutirão será realizado em comemoração aos 473 anos da Cidade de Santos

22 de janeiro de 2019 - 15:30

Da Redação

Compartilhe

Instituto Mar Azul

O Instituto Mar Azul com apoio da Secretaria de Meio Ambiente de Santos promove mutirão de limpeza de praia em celebração ao aniversário da cidade.

A proposta é conscientizar e sensibilizar a população santista e turistas da poluição nas praias.

A ação será realizada em 26 de janeiro (sábado) com concentração dos voluntários às 9h na areia da praia em frente à igreja basílica do Embaré, no canal 4.

No entanto, o início da coleta de resíduos está previsto para às 09h30.

Os participantes irão sair do canal 4 até o Aquário Municipal de Santos.

Outro grupo, com stand up padle, formado por membros do Ikamarbrazil Surf School, efetuará uma coleta no mar neste trecho.

A proposta é o recolhimento, identificação e quantificação de lixo descartado de forma irregular na areia da praia.

Portanto, tem como objetivo de despertar e alertar a população local, turistas e banhistas sobre o impacto negativo no descarte irregular de resíduos nas praias do litoral paulista.

 

Mutirão de limpeza já atual por 19 vezes para conscientizar a população sobre lixo nas praias. Foto: Divulgação

 

Projeto

O IMA, entidade ambientalista, desenvolveu ações mensais de limpeza de praia desde 2017 até dezembro de 2018 pelo Projeto Microlixo.

O projeto realizou 19 mutirões de limpeza em áreas delimitadas da praia de Santos.

Ele foi idealizado com o objetivo de diagnosticar os resíduos descartados de forma irregular no calçadão e faixa de areia.

O projeto está em fase de análise dos diagnósticos para discussão de propostas e sugestões que contribuam com possíveis soluções e melhorias na qualidade ambiental da praia através dos problemas encontrados na fase inicial.

O objetivo é unir forças junto aos integrantes de órgãos não governamentais, sociedade civil e parceiros para solucionar os problemas gerados pelos resíduos descartados de forma irregular na praia.

Assim, a identificação e classificação dos resíduos geram subsídios para atuar diretamente na causa do problema.

Contudo, a expectativa é de que além dos parceiros, a ação de cidadania e educação ambiental envolva também a população.

Além de comerciantes e praticantes de esportes aquáticos.

A preocupação com a qualidade ambiental das praias é fundamental para o desenvolvimento sustentável.

E também de preservação dos ambientes costeiros, orla marítima e ecossistemas adjacentes.

LEIA TAMBÉM: