Acidente

Motoristas esperam uma hora para fazer travessia entre Guarujá e Santos

A falha mecânica na balsa FB 27 ocorrida na manhã de hoje (11) se reflete no movimento de balsas entre…

11 de julho de 2018 - 13:04

Da Redação

Compartilhe

Em razão da retirada da balsa, tempo de espera na travessia Santos -Guarujá chega a 1 hora. Foto: Divulgação/Dersa

A falha mecânica na balsa FB 27 ocorrida na manhã de hoje (11) se reflete no movimento de balsas entre Guarujá e Santos.

Conforme a Dersa, cinco embarcações operam no momento, mas o tempo de espera chega a 15 minutos entre Santos e Guarujá e uma hora no sentido oposto.

Por volta das 12 horas, a capacidade de embarque era de 475 veículos/hora – ou quase 8 por minuto.

Já chegou a 50 minutos  entre Santos e Guarujá.

Bem aquém da média atual que ultrapassa 545 veículos/hora.

Segundo a Dersa, a embarcação passou por manutenção e voltou a operar.

A FB-27 voltou a operar em outubro do ano passado, após investimentos de R$ 3,2 milhões do Governo do Estado.

Sua capacidade chega a 48 veículos por viagem.

Passou por substituição das chapas de aço, nova pintura e renovação dos sistemas elétrico, eletrônico, hidráulico e o sistema propulsor.

Em maio, outras três embarcações foram atingidas pelo Navio Santos Express da companhia Hapag Lloyd.

Foram as balsas, a FB-18, FB-19 e FB-28, uma das maiores em operação, com capacidade para até 62 carros.

A FB-18 opera normalmente.

Mas as FB-19 e FB-28 ainda estão em reforma.

A empresa informa que trabalha na reforma para o retorno “mais rápido possível para a operação”.

 

Como foi

Relatos de motoristas que estavam na embarcação, por volta das 9h30 de hoje, revelam que não funcionou o acionamento do comando de desaceleração da balsa até encostar no atracadouro para liberação dos carros.

Assim, a FB-27 colidiu com o atracadouro.

No choque, ninguém ficou ferido, mas pelo menos 10 veículos sofreram pequenas avarias com o impacto.

Em nota, a Dersa informou que a embarcação FB 27 apresentou falha mecânica quando se aproximava da atracação do lado de Santos.

Desta forma, a empresa reconhece que dez veículos tiveram danos em razão dos impactos. Eles serão avaliados e, se necessário, ressarcidos pelo seguro da emrpesa.

Assim, a empresa garante que a embarcação volta a operar ainda hoje (11).

LEIA TAMBÉM: