Além do RH
Simoni Aquino

Gestora de Pessoas e Pedagoga Corporativa, Simoni Aquino atua como consultora corporativa, palestrante e facilitadora de workshops, treinamentos e metodologias colaborativas globais. Idealizou o blog "Além do RH", onde fala sobre RH, carreira, recolocação profissional e mercado de trabalho.

Dicas para um currículo eficiente

Que tal reavaliar se seu currículo têm lhe aberto portas?

07 de novembro de 2016 - 12:07

Compartilhe

avatar-fanpage_1_2016Olá!

Como estamos numa fase em que alguns segmentos abrem vagas temporárias, hoje vou deixar algumas dicas muito importantes para que você possa elaborar um currículo de maneira eficiente e que o destaque positivamente de seus concorrentes.

O currículo deve ser agradável aos olhos de quem o lê, deve chamar a atenção de maneira positiva, afinal de contas esse é o cartão de visitas de todo profissional!

Existe um clichê muito disseminado no mercado de trabalho que é o fato de um selecionador “não levar mais que 40 segundos para analisar um currículo”, muitos duvidam que isso seja verdade e como gestora de RH, posso garantir que esse dado corresponde à realidade.

Sim! Numa triagem preliminar, é verdade!

Os selecionadores recebem centenas de currículos e procurar candidatos não é uma tarefa simples. Devido à experiência, o selecionador desenvolve a habilidade de nesses segundos iniciais, procurar no currículo recebido as palavras-chaves correspondentes aos requisitos preestabelecidos da vaga em questão, a experiência, os conhecimentos e as competências que o candidato deve apresentar para estar habilitado a participar do processo seletivo.

Além do mais, os selecionadores normalmente trabalham sob pressão devido ao curto prazo para trabalhar e fechar as vagas existentes na empresa.

Se nessa triagem inicial o currículo foi escolhido, é separado e posteriormente o selecionador o analisa calmamente e realiza as anotações necessárias para a entrevista. Até por isso, o currículo deve ser objetivo, leve e essencialmente, verdadeiro.

Agora que você tomou conhecimento de como ocorre o processo de triagem de currículo, como age um selecionador na hora de avaliar um currículo, é possível compreender é necessário que ele seja capaz de lhe abrir portas para entrevistas.

Vamos às dicas:

Elegância e objetividade

Utilize fontes Arial, Times New Roman, Verdana ou Arial Narrow . Tamanhos 12 para conteúdo, 14 para subtítulos e 18 para seu nome.

Máximo de 2 páginas, nada mais inapropriado do que um currículo sem objetividade e com informações extensas e desnecessárias.

Cuidado e Higiene

Por que devemos falar de higiene quando falamos de currículo? Fora o fato de que a higiene é importante em qualquer circunstância, com o currículo não deve ser diferente.

É muito comum candidatos apresentarem currículos amassados, sujos e dobrados – o que denota falta de cuidado.

Como você pretende que o recrutador o considere um profissional zeloso e responsável, se você não tem cuidado com seu próprio currículo? Sempre o apresente limpo, sem dobras e sem amassados.

Educação

Isso vale para quem encaminha o currículo através do e-mail, pois muita gente “joga o currículo no colo do selecionador”, sem colocar assunto e com o corpo do e-mail em branco. Pense bem: É possível enviar uma carta pelo correio com o envelope em branco?

Escreva o cargo de interesse no assunto. No corpo do e-mail diga Bom dia, Boa tarde ou Boa noite ao selecionador. Redija um pequeno texto dizendo a que vaga está se candidatando e um breve relato de suas experiências que justifiquem sua candidatura. Pequenas atitudes demonstram sua educação e seu profissionalismo.

Curriculum Vitae

Não se usa mais essa expressão no topo da página, caiu em desuso há mais de uma década. No lugar utilize seu nome completo, preferencialmente sem abreviações.

Utilização de Foto

Não há necessidade de inserir foto no currículo, afinal de contas você não está se candidatando a vagas para modelo fotográfico, não é mesmo?

Caso a empresa solicite, utilize uma foto discreta e profissional e jamais coloque fotos tiradas na praia ou na balada.

Dados Pessoais Básicos

Este campo vem abaixo do nome e deve conter: estado civil, idade, endereço completo com bairro e CEP (o CEP é para que o recrutador tenha noção de onde o candidato reside para analisar a questão da locomoção e transporte). Sim, o local de residência faz parte da triagem em muitas empresas (especialmente em tempos de crise) e se você não colocar, pode ficar de fora dessa triagem inicial.

Dados de Contatos Telefônicos

O currículo deve conter informações atualizadas. Especifique telefone fixo e celular e informe a operadora. Se houver telefone de recado, informe o nome da pessoa que deverá ser procurada e não se esqueça de avisá-la para não ocorrer desencontros.

Precisão nos contatos faz com que você não perca oportunidades.

Dados de Contatos Virtuais

No mundo globalizado que vivemos, é extremamente positivo citar formas alternativas de contato, tais como: e-mail pessoal, Skype, blogslinks de currículos online ou participações em redes sociais como LinkedIn (não vale o Facebook).

Evite utilizar nicksnames de apelidos, infantis ou sensuais nos e-mails, dê preferência a seu nome e/ou sobrenome, assim você transmite uma imagem profissional.

E para quem está empregado e buscando novas oportunidades, jamais utilize o e-mail corporativo da empresa atual para enviar currículo, além de apontar falta de ética, os selecionadores ignoram esse tipo de candidatura.

Informações de Documentos

Não informe números de documentos pessoais, não há relevância no recrutamento. Além disso, seu currículo pode cair nas mãos de pessoas inescrupulosas que podem utilizar seus dados de forma indevida.

As exceções: CNH válida que não deve conter número, mas a ategoria (para quem vai se candidatar a vagas de Motorista e Área Comercial) e o Registro profissional como CRA, CREA, CRP, CRM, CRC (para profissionais cadastrados nos conselhos de suas respectivas profissões).

Cuidado com a Formatação

Não exagere em negritos, sublinhados e espaçamento de margens e linhas. Muita gente abusa desses recursos para “mascarar” uma possível falta de conteúdo ou experiência, portanto não se iluda, o recrutador percebe esse artifício e além de não melhorar seu currículo, torna-o cansativo e descartável.

Objetivo

Você tem objetivo profissional? Deixe bem claro, especificando-o no campo apropriado qual a sua área de interesse. Pode ser a função ou a área.

Currículo sem objetivo torna-se descartável, pois o recrutador não vai ficar procurando essa informação no currículo. E pense: se você não tem um objetivo na vida profissional, como pode acreditar ser útil para as empresas?

Área de Interesse

Se você tem experiência em mais de uma área não utilize um único currículo. Tenha mais de um currículo, elaborando um documento para cada área de atuação e os envie conforme as oportunidades vão surgindo. Assim, os currículos serão personalizados para cada área de atuação e demonstra foco em seu objetivo.

Formação Acadêmica

Sendo superior, inclua os níveis de graduação da mais recente para a menos recente e seguindo esta ordem: doutorado, mestrado, pós-graduação e graduação. Neste caso, não há necessidade de incluir ensino médio (a única exceção é quem realizou curso técnico que tenha a ver com sua área de atuação).

Não se esqueça de citar o nome da instituição,  previsão de conclusão se ainda estiver estudando e ano de conclusão, caso esteja concluído.

Se não tiver o ensino superior, inclua sua formação de ensino médio, citando o ano de conclusão e se for há mais de cinco anos, não há necessidade de citar o nome da instituição educacional.

Qualificações

Faça um resumo de seus conhecimentos profissionais. Esse campo é extremamente importante, pois será baseado nestas informações que o recrutador irá encontrar as palavras-chaves que busca no perfil do candidato e assim, irá interessar-se em agendar uma entrevista com você.

Fale de suas experiências profissionais e sobre os resultados obtidos na sua trajetória. Não se autoelogie e não utilize clichês, frases de efeito ou frases prontas. Faça uma autoavaliação e seja sincero ao relatar suas qualificações.

Trajetória Profissional

Sempre inicie da empresa mais recente. Informe as empresas onde trabalhou, período de atuação (data de entrada e saída), cargos ocupados e uma breve descrição de suas responsabilidades no exercício do cargo, no máximo 2 linhas.

Não citar o nome da empresa e o período de atuação, tornará seu currículo descartável.

Cursos de Aperfeiçoamento e Seminários

Apenas cite os cursos e seminários que tem a ver com sua área de atuação e que possam agregar em sua vida profissional. Não cite aquele curso de culinária tão importante para sua vida pessoal, se você atua na área Financeira ou de RH.

Idiomas

Só vale incluir se a fluência for do nível intermediário em diante.

Básico não tem relevância para o mercado de trabalho e serve para “encher linguiça” no currículo. No momento adequado, na entrevista vale citar que está cursando o idioma e que se encontra no Básico, assim demonstrará ao selecionador o seu interesse em se desenvolver.

Assinatura, Pretensão salarial e Referências

Não devem constar no currículo. Essas informações serão solicitadas em momento oportuno pela empresa, dentro do processo seletivo.

Essas informações podem parecer óbvias, mas não são. Ainda existe  muita desinformação quanto ao formato ideal de um currículo eficiente por parte dos profissionais disponíveis no mercado de trabalho.

Talvez por descuido, talvez por desconhecimento, mas o fato é que devemos ter em mente que o currículo influencia diretamente no sucesso ou insucesso na busca por recolocação. De nada ter uma trajetória profissional excelente, se seu currículo não “passa” essa imagem ao mercado de trabalho. Para o currículo, vale em parte a seguinte máxima: “A primeira impressão é a que fica”, digo em partes porque não basta um bom currículo para obter sucesso na busca por recolocação, mas pode ter certeza, que ele é uma das ferramentas para lhe abrir portas para entrevistas.

Que tal reavaliar se seu currículo têm lhe aberto portas?

Caso você queira um modelo de currículo formatado de acordo com as dicas desse artigo, o Blog Além do RH disponibiliza um modelo bem eficiente e funcional, através do link: http://alemdorh.blogspot.com.br/p/blog-page_26.html

Abraço, sucesso e até a próxima!

Simoni Aquino
Gestora de Pessoas e Pedagoga Corporativa.
www.alemdorh.blogspot.com
www.simoniaquino.com.br