Futebol

Maracanã se candidata para sediar final da Libertadores 2020

A partir desta edição, as finais da Libertadores serão disputadoras em partidas únicas. Neste ano, a final ocorrerá em Santiago, no Chile

25 de janeiro de 2019 - 09:37

Vitor Abdala

Agência Brasil

Compartilhe

O governo do Rio de Janeiro oficializou a candidatura do Estádio Jornalista Mário Filho – Maracanã – para sediar a final da Copa Libertadores da América 2020.

A final, que era disputada em dois jogos até o ano passado, passará a ser, a partir deste ano, decidida em apenas uma partida.

A partida decisiva da Libertadores 2019, por exemplo, será disputada no Estádio Nacional, em Santiago, no Chile.

A oficialização da candidatura do Maracanã foi entregue ontem (24) pelo governador do Rio, Wilson Witzel, ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo.

Além de entregar ao presidente da Confederação Sul Americana de Futebol (Conmebol), Alejandro Domínguez.

A entrega ocorreu durante sorteio da fase de grupos da Copa América, na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca.

Em 2020, o Maracanã completa 70 anos.

O estádio passou por uma grande reforma para a Copa do Mundo de 2014.

O estádio já foi sede de pelo menos um dos jogos da final da Libertadores da América em duas edições.

Em 1981 (Flamengo x Cobreloa) e também em 2008 (Fluminense x LDU).

Vale lembrar que a final entre Vasco e Barcelona SC, em 1998, foi disputada em São Januário.

O Maracanã também foi palco das finais das Copas do Mundo de 1950 e de 2014.

LEIA TAMBÉM: