esportes

Pedal Anchieta traz a Santos 30 mil ciclistas no próximo domingo

Largada está marcada entre às 6h e 8h30 da manhã no quilômetro 12,6 da Via Anchieta

01 de dezembro de 2018 - 19:26

Da Redação

Compartilhe

O Centro Histórico recebe, neste domingo (2), uma verdadeira invasão de ciclistas: 37 mil esportistas já estão inscritos para o evento Pedal Anchieta, promovido pelo Instituto CicloBR, cuja largada está marcada para o período entre 6h e 8h30 do pórtico instalado no quilômetro 12,6 da Via Anchieta.

A inscrição é gratuita, mas indispensável para dimensionar segurança e apoio para o grupo.

A estrada somente será liberada ao tráfego às 13h.

Após vencer os 55 quilômetros até o quilômetro 65 da rodovia, já no trecho urbano de Santos, ponto de chegada, os ciclistas serão orientados a seguir até o Largo Marquês de Monte Alegre, no Valongo, onde haverá um esquema receptivo.

Estarão mobilizados agentes da CET; veículos do Samu; Guarda Municipal e da Polícia Militar.

Ainda: os visitantes terão à disposição água fornecida pela Sabesp, apresentações musicais e banheiros químicos.

A Setur (Secretaria de Turismo) avisou o comércio – sobretudo bares e restaurantes -, sobre o evento e a chegada de grande número de ciclistas.

Esses turistas também contarão com apoio de recepcionistas bilíngues no Posto de Informações Turísticas (PIT) do Museu Pelé.

Facilidades

De acordo com os organizadores, que estimam a adesão de aproximadamente 50 mil pessoas, o trajeto do pedal é bastante acessível e mesmo ciclistas sem muita experiência são capazes de cumprir todo o itinerário.

Não será permitido o retorno ao planalto de bicicleta e os esportistas contam com ônibus fretados de quatro empresas.

Além das linhas regulares oferecidas pelas empresas Cometa, Expresso Luxo e Rápido Brasil.

A primeira tentativa de descida da serra ocorreu em 2008, com a presença de 500 ciclistas.

No entanto, foram impedidos pela Polícia Militar de seguir o trajeto, por questões de segurança.

No ano seguinte, 15 esportistas utilizaram a estrada de manutenção da Imigrantes para vencer o trecho de serra.

Em 2009, um grupo de ciclistas criou o Instituto CicloBR, que passou a organizar eventos pela recém-criada Rota Márcia Prado, homenagem à ciclista  morta em acidente de trânsito em São Paulo.

Em 2010, mil ciclistas participaram da rota; em 2011, 2.500 e, no ano seguinte, cerca de 10 mil.

De 2013 a 2017, o roteiro não foi realizado, por motivos diversos.

LEIA TAMBÉM: