ETC
Aprimoramento

Dicas para se tornar um bom professor

Professores têm uma série de oportunidades disponíveis no universo online para aprimorarem suas atividades e estimularem alunos a ter contato com um novo universo usando a Educação como ferramenta de apoio.

16 de Maio de 2018 - 16:22

Da Assessoria

Compartilhe

Fazer um curso de extensão para professores, investir em tecnologia, desenvolver novos métodos, se aproximar dos estudantes…

Existem muitas atitudes que podem ajudar os professores a se tornarem profissionais mais qualificados, não apenas em seus currículos, mas no lugar mais importante: a sala de aula.

Confira, a seguir, algumas sugestões para se tornar um professor ainda mais bem preparado e competente, pronto para ensinar seus alunos e, claro, aprender muito com eles também.

Educação

Hoje é possível os docentes aprimorarem conhecimentos empregados em sala de aula fazendo cursos diversos de aperfeiçoamento. Foto: Divulgação

Mantenha-se informado

Assim como em outras profissões, a Pedagogia sempre oferece novidades.

Novas pesquisas, estudos, palestras e livros de especialistas são publicados todos os dias.

Estar atento a essas novidades é importante para o professor, pois permite que ele tenha acesso à informações, descobertas e até mesmo novos métodos de ensino, levando novas questões para a sala de aula.

Aproveite as reuniões e conselhos da instituição de ensino onde trabalha para trocar essas informações com outros professores, pedagogos, coordenadores e diretores.

Além de permitir que todos possam melhorar cada vez mais o próprio trabalho, você pratica o networking.

E pode até mesmo acabar desenvolvendo novos projetos junto com seus colegas de trabalho.

 

Tente se aproximar dos seus alunos

Se você dá aula para crianças ou adolescentes, é muito importante tentar entrar um pouco no “mundo” deles para entender as vontades, anseios e dificuldades de cada geração.

Quando o professor consegue falar a mesma linguagem que a turma, fica mais fácil estabelecer uma relação cooperativa entre as duas partes.

Conhecer os programas de TV que os estudantes assistem, os livros que gostam de ler.

Ou ainda as redes sociais que utilizam e as brincadeiras das quais eles mais gostam é uma ótima ferramenta para o educador.

Assim, o conhecimento permite que o professor use exemplos do cotidiano dos estudantes para explicar a matéria.

Além disso, elaborar atividades e despertar o interesse dos alunos.

 

Use a tecnologia a seu favor

Cada professor possui suas próprias técnicas de ensino, e com a experiência acaba entendendo o que funciona melhor dentro do seu próprio método.

Entretanto, para manter seus alunos sempre interessados no conteúdo, é interessante inovar e trazer novidades para a sala de aula.

Sempre que possível, fuja um pouco do tradicional modelo giz e lousa.

Use a tecnologia a seu favor, seja para exibir slides e vídeos com projetores durante as aulas.

Ou então para compartilhar com os alunos conteúdos pertinentes à matéria através de e-mails, pastas compartilhadas ou grupos em redes sociais.

 

Dentro e fora da sala de aula

Muitos estudantes acreditam que o conteúdo ministrado na escola é importante apenas para conseguir boas notas nas provas ou ser aprovado em um vestibular.

Entretanto, quando os alunos descobrem como os assuntos explicados pelo professor podem impactar a vida real – uma descoberta científica, por exemplo – muitas vezes os conteúdos ficam mais fáceis de serem compreendidos e também mais interessantes.

Assim, trabalhar em cima de um filme, vídeo ou série de TV atual e chamar a atenção dos estudantes para notícias e acontecimentos que estejam relacionados com o conteúdos das aulas é uma boa maneira de mostrar a eles como os assuntos tratados em aula acabam impactando o mundo lá fora.

Invista em cursos de extensão para professores

Um bom curso de extensão para professores pode ser uma ótima oportunidade para o profissional se aperfeiçoar em determinada área.

Isso permite que o mesmo melhore ainda mais seu trabalho em sala de aula.

Ou até mesmo torne-se apto para embarcar em novos projetos.

Afinal, conhecimento nunca é demais, não é mesmo?

Assim, Psicologia e Educação, Gestão Educacional e Educação Especial e Inclusiva são apenas alguns exemplos de cursos de extensão.

Eles  podem tornar a formação do professor ainda mais completa.

E ainda: torná-lo um profissional mais apto preparado para exercer sua função.

E você, já pensou em fazer um curso de extensão para professores?

Caso tenha alguma dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato conosco.

E continue acompanhando nossos conteúdos para ter acesso à novidades, dicas e demais curiosidades.

Até a próxima!

Confira neste vídeo algumas dicas adicionais.

LEIA TAMBÉM: