Greve dos Caminhoneiros

Greve dos caminhoneiros eleva em 4,50% cesta básica em São Paulo

Dos 39 produtos pesquisados, 27 aumentaram de preço e 12 diminuíram

13 de junho de 2018 - 11:43

Agência Brasil

Compartilhe

Pesquisa do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP), divulgada nesta terça (13), indica que a cesta básica de maio, período de abastecimento afetado pela greve dos caminhoneiros, teve uma alta de 4,50%. Essa foi a maior variação desde janeiro de 2016.

A greve dos caminhoneiros paralisou o Brasil por 10 dias e causou enormes prejuízos a todos os moradores. Afetando super mercados, hospitais, e principalmente, postos de gasolina.

O levantamento, feito em conjunto com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), mostrou que o preço médio da cesta básica, que em 30 de abril era de R$ 652,85, passou para R$ 682,25 em 30 de maio.

Por grupo, foram encontradas as seguintes variações: alimentação, 5,17%; limpeza, 0,54%; e higiene pessoal, 0,73%.

A variação no ano é de 4,71% (base 26/12/2017). A batata foi a grande vilã com 144,74% do aumento em maio, seguida pela cebola com 31,50%. As maiores quedas foram alho (kg) (-4,74%) e café em pó (500g) (-3,17%).

LEIA TAMBÉM: