Exposição

Valongo Festival agita o feriado no Centro Histórico

O Ritual de Abertura ocorre às 9h de sexta-feira (12), no Quilombo do Pai Felipe

11 de outubro de 2018 - 16:12

Da Redação

Compartilhe

Não me Aguarde na Retina. Este é o tema do Valongo Festival Internacional da Imagem de 2018, que convida o público a ampliar o campo da visão artística com maneiras alternativas de captar.

Além de pensar, sentir e consumir imagens por meio de exposições, oficinas, encontros, performances, intervenções.

Ainda contam com cinema, seminários, mesas de debate e música. Toda a programação é gratuita e tem apoio da Prefeitura de Santos.

Este ano, o Festival ocorre de sexta-feira (12) a domingo (14), em vários pontos do bairro do Valongo, no Centro Histórico.

O Ritual de Abertura ocorre às 9h de sexta-feira (12), no Quilombo do Pai Felipe.

Fica localizado no pátio da Companhia de Engenharia de Tráfego – CET (Av. Rangel Pestana, 100, Vila Mathias).

O Ritual será conduzido pelo artista Negalê Jones, com a obra Sonata Quilombola.

Os destaques desta edição são as exposições ‘Sem Título, Sem Pele – Da Tragédia à Utopia’, de Kiluanji Kia Henda.

Além das mostras coletivas ‘Zumvi – A Gente se Ascende é nos Outros’ e ‘Não me Aguarde na Retina’.

Ainda haverá apresentação da cantora Xênia França, que faz show na primeira noite do Festival.

O encerramento é da banda Höröyá.

Roda de samba

O evento também chega à quadra do Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba X-9, em uma ação que contará com roda de samba, performance poética, live paint (pintura ao vivo), contação de histórias africanas infantis e roda de conversa sobre a importância da literatura africana e afro-brasileira.

Além disso, o público poderá adquirir publicações sobre fotografia e outras artes no Condomínio Valongo, espaço dedicado a ações de criação e promoção dos parceiros institucionais do Valongo Festival Internacional da Imagem.

Programação completa e outras informações em https://valongo.com.

LEIA TAMBÉM: