turismo

Jalapão: Contato com a natureza

Jalapão ganha destaque através de novelas

28 de abril de 2018 - 07:07

Da Redação

Compartilhe

Paraíso em Tocantins

Um dos pontos turísticos mais buscados pelos brasileiros e estrangeiros não se localiza no Sudeste do território. Fixado no Tocantins, na Região Norte do Brasil, o Parque Estadual do Jalapão, é conhecido por ser um ponto turístico já conhecido pelos amantes do ecoturismo.

Os interessados em procurar os melhores atrativos da Cidade, os turistas se localizam nas cidades de Mateiros, Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins.
Em meio a 34 mil km² de paisagem árida, a região é cortada por uma imensa teia de rios, riachos e ribeirões, todos de águas transparentes e potáveis.
Para os comprometidos com os esportes, podem ficar sem preocupações. Os amantes de aventura podem se comprometer com as descidas dos rios, para as práticas de rafting, canoagem. Já para os que não gostam de esportes aquáticos, o ideal é o rapel e as trilhas de bicicleta ou a pé.

Cachoeira Velha

Entretanto, existem alguns pontos na região que os turistas não podem perder.  A Cachoeira da Velha, é composta por uma enorme queda d’água em formato de ferradura com aproximadamente 100 metros largura e 15 metros de altura.
Além dela, as Dunas – conhecidas por ser o cartão postal do Jalapão -, é composta por areias finas e alaranjada de 40 metros de altura.
Para aqueles que não sabem quanto tempo ficar no Jalapão, alguns pacotes de viagens fazem de dois a sete dias de turismo.
Entretanto, em apenas dois dias os viajantes conseguem conhecer as principais atrações. Mas, precisam ter em mente que em apenas dois dias os passeios serão exaustivos.
Os melhores lugares para se alocar durante a visita, são as pousadas bem simples e os campings. Além dos lugares simples que o Parque traz.

Períodos para viajar

Os viajantes podem aproveitar a belas Dunas para observar um pôr do sol. Principalmente durante os meses de maio a setembro, quando ocorrem as secas.
Entretanto, o período de seca – entre agosto e setembro-, prevalece a baixa umidade do ar, o que deixa o ambiente mais desconfortável e a vegetação já não terá mais o verde.
Já as chuvas acontecem de outubro a abril, tendo auge nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro.
Apesar do calor continuar alto, a chuva pode atrapalhar passeios como a trilha pela Serra do Espírito Santo.

Jalapão

Foto: Divulgação

LEIA TAMBÉM: