Apoio

CVV promove curso em busca de novos voluntários

O curso gratuito de seleção e capacitação para os voluntários será realizado nos dias 23 e 24 de junho na UniSantos – Campus Dom Idílio José Soares (Avenida Conselheiro Nébias 300, Vila Mathias).

16 de junho de 2017 - 18:04

Da Redação

Compartilhe

O curso será oferecido pelo CVV Santos nos dias 23 e 24 de junho

Considerada uma das instituições mais importantes na prestação de apoio emocional e prevenção ao suicídio, o Centro de Valorização da Vida – CVV está com inscrições abertas no Posto de Santos, neste mês de junho, para novos voluntários.

A adesão é direcionada para aqueles que tenham disponibilidade para atuação nos horários noturnos, madrugadas e fins de semana. Esses são os horários de maior necessidade permitindo a manutenção do atendimento durante 24 horas, todos os dias.

O curso gratuito de seleção e capacitação para os voluntários será realizado nos dias 23 e 24 de junho na UniSantos – Campus Dom Idílio José Soares (Avenida Conselheiro Nébias 300, Vila Mathias).

Na sexta-feira (23) a aula tem início às 19h30. No sábado (24), o treinamento será das 9 às 17h, com intervalo para o almoço.

Para participar basta ter pelo menos 18 anos e disposição para ouvir as pessoas. As inscrições são feitas no local. Mais informações no Posto do CVV pelo telefone 141 ou 3234-4111 (24 horas). Ou ainda pelo e-mail santos@cvv.org.br

Voluntários

Renato Caetano, porta-voz do CVV, destaca que o posto de Santos reúne hoje 54 voluntários, sendo que no Brasil são mais de 2 mil colaboradores, que prestam atendimento por telefone, chat, Skype, e-mail e pessoalmente.

“Cada pessoa procura a melhor maneira de se abrir e encontrar o apoio desejado. Por isso, o CVV coloca à disposição todos esses meios de contato em prol dos interessados”.

O CVV é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica e reconhecida como de Utilidade Pública Federal em 1973. Oficialmente ela foi fundada em São Paulo em 1962.

O CVV presta um serviço voluntário gratuito de apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar sob total sigilo. Por anos são atendidas mais de um milhão de pessoas em todo o País.

LEIA TAMBÉM: