Sua saúde

Unaerp Guarujá realiza testes gratuitos de DSTs

Os interessados devem fazer agendamento prévio pelo telefone 3398-1086. Ou comparecer pessoalmente na Clínica de Enfermagem da Unaerp Guarujá (Av. Dom Pedro I, 3300, Enseada).

16 de novembro de 2018 - 20:05

Da Redação

Compartilhe

A Clínica de Enfermagem da Unaerp Guarujá está realizando testes rápidos para detecção de infecções sexualmente transmissíveis.

A intenção é permitir o diagnóstico precoce e o encaminhamento para tratamento.

O atendimento acontece às sextas-feiras, a partir das 17 horas, na Clínica de Enfermagem da Universidade, sob supervisão do professor José Isaias da Costa.

“O teste é feito na hora, em sigilo absoluto, e detecta a presença do vírus HIV e sífilis”.

Em caso de alteração no exame, o paciente será encaminhado à rede de atenção à saúde especializada do município.

Este serviço é realizado em parceria com o CTAPT – Centro de Testagem, Aconselhamento, Prevenção e Treinamento, da Secretaria de Saúde de Guarujá, e conta com apoio de estudantes da 4ª etapa de Enfermagem, dentro das disciplinas de Saúde da Família e Saúde da Mulher.

Os interessados devem fazer agendamento prévio pelo telefone 3398-1086.

Ou comparecer pessoalmente na Clínica de Enfermagem da Unaerp Guarujá (Av. Dom Pedro I, 3300, Enseada).

No dia da consulta, o paciente deve levar documento oficial com foto.

 

Testes são feitos gratuitamente na Unaerp, em Guarujá. Foto: Divulgação

 

Prevenção

O atendimento antecipa as ações do Dia Mundial contra a AIDS, marcado em 1º de dezembro.

A AIDS é uma doença crônica do sistema imunológico humano resultante da infecção pelo vírus HIV, e caracteriza-se pelo enfraquecimento do sistema imunológico do corpo.

E a sífilis é causada pela bactéria Treponema pallidum que comumente é transmitida pelo contato íntimo sem uso de preservativo.

Quando infecta gestantes, pode trazer sérios riscos para a saúde do feto, inclusive podendo levar a abortos e morte neonatal.

O uso de preservativo é recomendado para prevenção de infecções sexualmente transmissíveis como a AIDS e sífilis.

Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que cerca de 135 mil pessoas estão infectadas com HIV no Brasil e não sabem.

Em 2016, aproximadamente 840 mil pessoas viviam com o vírus.

E em relação à sífilis, foram registrados 87.593 mil casos em adultos em 2016.