cidades

Área continental terá brigada ambiental

As ações para garantir a preservação da área continental serão ampliadas pela prefeitura com medidas que incluem a criação de…

04 de junho de 2009 - 13:42

Da Redação

Compartilhe

As ações para garantir a preservação da área continental serão ampliadas pela prefeitura com medidas que incluem a criação de uma brigada ambiental, formada por jovens da própria comunidade. Outro projeto será a construção de base comunitária da Polícia Militar, em Caruara, antiga reivindicação dos moradores da região.


As iniciativas foram divulgadas, nesta quarta-feira (3), pelo prefeito João Paulo Tavares Papa, durante reunião no Paço Municipal, com a participação de representantes da Polícia Militar. Na ocasião, foi também anunciado o nome do novo administrador regional para a área continental. Será Cláudio Marques Trovão, que até esta quarta comandava a Guarda Municipal. A direção da corporação será assumida pelo secretário municipal de Segurança, Renato Perrenoud, que acumulará as funções.


A brigada ambiental funcionará por meio da ampliação do programa Guardião Cidadão, desenvolvido por meio da Seseg (Secretaria de Segurança), com a criação do programa Guardião Cidadão Ambiental. A proposta é que jovens das comunidades daquela região ajudem na preservação do meio ambiente e recebam bolsa-auxílio da prefeitura. O treinamento dos participantes contará com o apoio da Polícia Ambiental. Para a instalação da base comunitária da PM em Caruara, a administração municipal ficará responsável pela definição de terreno e construção da unidade.


A área continental abriga hoje cerca de 6 mil habitantes e tem extensão de 231,6 km², sendo 87% de área de preservação permanente. “A segurança da área é fundamental pelas propriedades e territórios, mas principalmente para a proteção patrimonial e física dos moradores”, disse Papa, ao destacar a importância das ações, também em virtude dos projetos de expansão portuária previstos para a região.


O coronel Ailton Araújo Brandão, comandante do CPI-6, detalhou como funcionará o posto. Segundo ele, a previsão é que a unidade conte futuramente com um sargento e 12 cabos ou soldados, além de viatura. “Trabalharemos em conjunto com a Guarda Municipal e outros parceiros presentes na região, como as secretarias de Saúde e Departamento da Administração Regional”.


De imediato, o coronel informou que uma viatura fará ronda permanente na região durante o dia, com base no ponto de apoio da Guarda Municipal, em Caruara. Também participaram do encontro o tenente-coronel Armando Bezerra Leite, do 6º BPM/I; e o tenente-coronel Sandro Afonso do Rêgo, do 3° Batalhão da Polícia Ambiental, além de vereadores e secretários municipais.


Plano

O prefeito anunciou que encaminhará em breve à Câmara Municipal o projeto de lei que cria um plano de contingência e controle de áreas do município, que vai abranger além da área continental, morros e zonas Leste e Noroeste. A proposta foi elaborada e discutida por técnicos e representantes de várias secretarias e tem como conceito uma maior participação da comunidade.


“Esse plano dará enfoque socioambiental para o controle do território local”, salientou Papa. Entre os itens do projeto, constam educação ambiental e capacitação dos munícipes para formação de brigadas, maior controle para evitar novas ocupações irregulares e formação de equipes de desmonte nas administrações regionais.

LEIA TAMBÉM: