Passageiros atravessam 600 metros da ponte dos Barreiros para utilizar ônibus | Boqnews
Foto: Cesár Morgado/PMSV-Divulgação

Baldeação

03 DE DEZEMBRO DE 2019

Passageiros atravessam 600 metros da ponte dos Barreiros para utilizar ônibus

Quem quiser atravessar a ponte para entrar nos ônibus do outro lado da pista precisa percorrer 600 metros de extensão e esperar pela chegada dos veículos.

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Em virtude dos transtornos aos milhares de usuários residentes na área continental, a Prefeitura de São Vicente informa que desde de hoje (3) a Otrantur Transportes e Turismo mantém uma linha especial temporária para facilitar e garantir mais uma alternativa ao traslado de passageiros entre a Área Continental e a Área Insular (ida e volta).

Os itinerários por Praia Grande também continuam em operação, assim como nas linhas metropolitanas, operadas pela BR Mobilidade.

A medida propicia que o passageiro desça na cabeceira da ponte, atravesse a pé os 600 metros de extensão e embarque em outro ônibus (ida e volta).

Para quem utiliza o SVCard é cobrada apenas uma passagem, valendo o critério da integração no Sistema de Transporte Municipal.

Ele é válido para os ônibus que atendem ao transporte vicentino.

 

Barreiros – Itinerários

Por meio da nova alternativa de traslado, o passageiro embarca na Gleba, na linha 206.

A nova rota passa pela Vila Ema, Samaritá, Avenida Quarentenário, Largo do Quarentenário e Avenida Professora Angelina Pretti.

Na cabeceira da ponte, o usuário atravessa a pé até o outro lado.

De lá, embarca em uma linha (dois ônibus) com o trajeto Centro, Presidente Wilson, Praia e Divisa com o José Menino, ou em outros ônibus da Rede Municipal que circulam nas imediações.

Para quem está no Humaitá, a linha alternativa é a 207.

Ela passa pelo corredor Central da Avenida Ulisses Guimarães, Avenida Quarentenário, Largo do Quarentenário e Avenida Professora Angelina Pretti.

O restante do trajeto é idêntico ao da linha 206.

O itinerário é válido para ida e volta.

Quem quiser, poderá atravessar os 600 metros da ponte a pé para pegar outros ônibus do outro lado da pista.. Foto: César Morgado/PMSV-Divulgaçãogar

 

Valores

A Secretaria de Trânsito e Transportes (Setrans) ressalta que a baldeação somente é possível com o cartão transporte, que tem tarifa reduzida de R$ 3,50.

A passagem paga em dinheiro custa R$ 3,95.

A baldeação ocorre durante todo o dia.

Os coletivos operam a partir das 5 horas.

O cartão pode ser emitido, sem nenhum custo ao usuário, na loja da Otrantur (Rua Frei Gaspar, 1.139, no Centro) ou no Terminal de Passageiros.

Mais informações no site www.otranturtransportes.com.br ou no canal de atendimento ao usuário 0800-9191500.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.