Foto: Isabela Carrari/Divulgação-PMS

Do laranja ao verde

27 DE NOVEMBRO DE 2017

Bike Santos já funciona com pagamento obrigatório aos usuários

Com o novo sistema do Bike Santos, os usuários passam a pagar pelo serviço de forma diária, mensal, semestral ou anual.

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

As bicicletas alaranjadas foram substituídas pelas de cor verde, mostrando a mudança do novo sistema de cobrança da Bike Santos. Foto: Isabela Carrari/Divulgação

O sistema Bike Santos, de utilização de bicicletas, já está funcionando a partir de hoje (27) com novo sistema.

Não são apenas as cores das bicicletas que mudaram de laranja para verde.

Agora, os usuários são obrigados a pagar pelo serviço, independente do tempo de uso.

Antes, só se pagava após utilizar 45 minutos.

A cobrança de passe já está valendo, após dois meses de gratuidade.

Ele foi concedido dentro do novo contrato de gestão do programa firmado entre a CET-Santos e a Serttel Soluções em Mobilidade e Segurança Urbana, vencedora de licitação.

As novas bikes foram apresentadas na manhã deste domingo, na estação do canal 3 com a praia, junto à Concha Acústica.

São em dois tons de verde, têm quadro rebaixado, retrovisor, campainha, três marchas e estampam o nome da empresa que a partir de agora patrocina o programa: Unimed Santos.

Desde a vigência do novo contrato, em 25 de setembro, a operadora manteve 100 bicicletas no sistema.

Até o final de dezembro, serão mais 170 para totalizar frota de 370 unidades.

Como vai ficar a Bike Santos

Ao se cadastrar pelo site, o usuário poderá optar por uma modalidade de passe.

Ele pode pagar com cartão de crédito: diário, R$ 5,00; mensal, R$ 10,00.

Se preferir, o pacote semestral é de R$ 50,00 (valor mês cai para R$ 8,33.

E o anual a R$ 90,00 (mensal fica em R$ 7,50).

As bikes podem ser retiradas todos os dias, entre 6h e 23h, para viagens de 45 minutos com intervalos de, no mínimo, 15 minutos.

Não há limite de número de viagens, desde que respeitadas as regras.

Com a reformulação do aplicativo do serviço, além do mapa das 37 estações, o usuário tem agora uma série de informações online.

Entre elas, a quantidade de bikes e vagas em cada uma; aquela mais próxima do local onde ele está.

Mais: em um campo específico, pode informar sobre eventuais problemas no sistema.

E ainda: estação fora de serviço, sem vagas, sem bike, vandalismo etc.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.