cidades

Encontradas irregularidades em revendedores de peças de desmanches

Durante força-tarefa realizada terça-feira (2), em sete estabelecimentos revendedores de peças de desmanche, duas empresas no Bairro Melvi foram autuadas…

04 de junho de 2009 - 13:12

Da Redação

Compartilhe

Durante força-tarefa realizada terça-feira (2), em sete estabelecimentos revendedores de peças de desmanche, duas empresas no Bairro Melvi foram autuadas por irregularidades pela Policia Militar e outra, no Tupi, notificada para atualização de cadastro junto a Prefeitura de Praia Grande.


A operação foi realizada simultaneamente por duas equipes. No Bairro Melvi, na primeira empresa fiscalizada, foi encontrada placa de uma moto furtada em Osasco em 2002. “Esse objeto será prova de um processo e começaremos uma investigação para encontrar o resto da motocicleta. Se localizarmos esta moto, o proprietário da empresa será o principal indiciado”, explicou o capitão do 45º Batalhão da Polícia Militar de Praia Grande, Heleno Galante.


Já no segundo estabelecimento havia ligação clandestina de água e uma placa de carro, pintada a mão, que segundo o capitão da PM possui registro de denúncia de veículo usado para roubos e furtos no Bairro Aviação, em Praia Grande. “Esse automóvel teria participado de furto de veiculo neste bairro. O pessoal da Sabesp fez boletim de ocorrência e estaremos averiguando se entre os funcionários e proprietário tem alguém suspeito de ter participado de algum furto ou roubo”, citou Galante.


No Bairro Tupi uma empresa foi notificada pela Divisão de fiscalização da Sefin, para que dentro de dez dias atualize o cadastrado com nome dos atuais sócios, junto a prefeitura. Segundo o chefe da divisão, Antonio Ademir Freire, a última vez que foi realizada uma força-tarefa focada nos desmanches foi em 2004.

LEIA TAMBÉM: