Preparo

GCM de Guarujá terá mais de 100 guardas armados para temporada

Objetivo é garantir a segurança de munícipes e turistas, sobretudo na temporada de verão, quando a Cidade recebe grande fluxo de visitantes

10 de outubro de 2019 - 16:43

Da Redação

Compartilhe

Até o início da temporada de verão a Prefeitura de Guarujá terá mais de 100 guardas civis municipais treinados e armados para garantir a segurança da população.

Em seis meses de uso de arma de fogo, a Guarda Civil Municipal (GCM) já sente os primeiros resultados do investimento em segurança.

Além da diminuição de 20% nos números de furtos em próprios públicos, os agentes realizaram mais de 30 detenções. E, ainda,  desenvolveram operações estratégicas.

O Decreto nº 12.381/2017 regulamentou o uso de arma de fogo pela GCM de Guarujá.

Hoje, a Cidade conta com 73 GCMs aptos a usar armas de fogo. As primeiras 35 pistolas são utilizadas no patrulhamento diário desde março deste ano.

“Estudos comprovam que onde tem guarda armada há uma redução significativa da criminalidade, e temos comprovado isso na prática. É mais segurança para população e também para o guarda que tem condições técnicas para cumprir a sua missão”, afirmou o diretor da GCM.

Treinamento

Para ser autorizado a portar arma, o guarda civil municipal deve comprovar a realização de um treinamento técnico de no mínimo 60 horas para porte de revólver, bem como 100 horas para porte de pistolas.

As primeiras turmas foram capacitadas por meio de um acordo de cooperação técnica com a Guarda Civil Metropolitana de São Paulo.

Agora, o treinamento passa a ser ministrado por corpo próprio de instrutores habilitados. Além disso, os agentes são submetidos a um plano de capacitação e aperfeiçoamento permanentes.

Operações

Nesses seis meses, a GCM iniciou importantes operações. Entre elas, destaca-se a ação permanente para reprimir invasões de áreas remanescentes de Mata Atlântica, no Jardim Enseada.

O trabalho é coordenado pela Força-Tarefa. Já resultou na detenção de seis pessoas por desrespeito à Lei de Crimes Ambientais.

Além disso, no mês de agosto, foi realizada uma operação de combate a receptação de fios de cobre e outros cabos utilizados por empresas de serviço.

A ação envolveu mais de 30 agentes da GCM; Divisão de Investigação Gerais da Policia Civil (Dig) de Santos; Polícia Militar; e Fiscalização de Comércio.

Sete ferros-velhos foram interditados, cinco pessoas acabaram detidas e produtos sem procedência foram apreendidos.

Caso recente

Na última quinta-feira (3) a GCM prendeu dois homens, um de 17 e outro de 28 anos. Eles haviam roubado um celular e uma caixa de som. A ação ocorreu durante rondas pela Praia da Enseada.

Com eles também foi encontrado um simulacro de arma de fogo, usada para intimidar as vítimas.

Os homens foram conduzidos à Delegacia Sede de Guarujá. Posteriormente, foram autuados nos artigos 157 (roubo) e 244 (corrupção de menor).

Ocorrências

O número de ocorrências envolvendo furtos em prédios públicos vem diminuindo em Guarujá.

De janeiro até a primeira quinzena de julho deste ano, a Cidade conseguiu reduzir em 20% o número deste tipo de ocorrência. Dados são do comparativo entre 2018 e 2019.

Foram 58 ocorrências em 2018, contra 47 registradas em 2019, dentro do mesmo período.

Além disso, comparando dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado, observa-se que a redução dos índices de criminalidade na Cidade também se repetiu em quase todas as modalidades. Isso quando comparados o primeiro e segundo quadrimestres de 2019.

“Com trabalho árduo e investimentos significativos na área de segurança pública, a Prefeitura reafirma seu compromisso com o bem estar da população de nossa Cidade”, declarou o secretário de Defesa e Convivência Social.