Educação

Nova UME de Santos abre matrículas na próxima semana

Escola do Jabaquara é a mais moderna da Cidade. Pais e responsáveis interessados em transferência devem retirar uma declaração de vaga junto à nova unidade

26 de novembro de 2019 - 08:03

Da Redação

Compartilhe

Os pais de alunos já matriculados na rede municipal de ensino que desejam transferi-los para a UME Prefeito Paulo Gomes Barbosa, inaugurada neste sábado (23), precisam ficar atentos.

Ao longo desta semana, eles devem retirar junto à nova escola uma declaração de vaga para conseguir a mudança.

Na segunda-feira (2), começam as matrículas para todos os interessados, seguindo o critério do zoneamento. Este, que dá preferência a moradores dos bairros Jabaquara, Morro do Jabaquara, Morro do Bufo e Morro Fontana.

A nova unidade, que fica na Avenida Waldemar Leão, 184, atenderá 550 alunos em período integral, do berçário ao ensino fundamental I.

De acordo com a secretária de Educação, Cristina Barletta, é muito importante que os pais ou responsáveis por crianças que já estudam na rede e queiram fazer a transferência fiquem atentos às orientações.

A portaria nº 107/2019, com todas as instruções para matrículas, foi publicada nesta segunda-feira (25) no Diário Oficial.

“Nenhum pai conseguirá transferir seu filho se não retirar uma declaração de vaga na UME Paulo Gomes Barbosa. E temos que respeitar o zoneamento, efetivando matrículas de quem mora em bairros próximos à escola. Em janeiro, matriculamos os demais se houver vagas remanescentes”.

O prazo de matrículas vai até dia 16 e elas devem ser feitas das 9h às 16h.

Os pais ou responsáveis legais devem levar documentos originais, acompanhados por cópias. Confira a relação no mesmo edital.

Aqueles que não forem contemplados com vaga, deverão aguardar o período de matrículas para vagas remanescentes.

No entanto, em caso da educação infantil, é preciso aguardar a publicação de uma nova portaria, o que deve ocorrer em janeiro.

Já para o ensino fundamental I, as matrículas começam no dia 6 de janeiro.

Procura

Nesta segunda-feira (25), primeiro dia útil após a inauguração da escola, centenas de pais ou responsáveis foram à unidade em busca de informações.

Logo cedo, por volta das 5h30, já havia pessoas esperando a abertura do estabelecimento para tirar dúvidas.

É o caso da técnica de enfermagem Cristiane Martins, 37 anos. Mãe do pequeno Mateus, 2, ela mora no Morro do Jabaquara e faz parte do público prioritário que será atendido de 2 a 16 de dezembro.

“Hoje, deixo meu filho com a minha mãe antes de ir trabalhar. Para mim, vai ser ótimo e já estou mudando o horário de trabalho para quando ele começar a estudar aqui. E, assim, minha mãe também fica livre para poder trabalhar”.

Mãe de Alícia, 4 meses, a assistente financeira Bruna Araújo, 31, esteve na escola e soube que as matrículas estarão abertas no dia 2.

“Moro na Vila Mathias e o início é só para os bairros próximos. Vou voltar em janeiro”.

Como trabalha no Centro, ela quer matricular a filha na unidade para tornar o dia a dia mais fácil.

“A escola é caminho do trabalho, me ajudaria muito. Além do mais é bem moderna e tem vaga do berçário até o fundamental. Ela estudaria muitos anos aqui”.

 

UME Jabaquara

Local conta com salas climatizadas, wi-fi gratuito e outras atribuições. Foto: Isabela Carrari/PMS

Moderna

A UME Prefeito Paulo Gomes Barbosa é considerada a escola mais moderna da Baixada Santista.

As câmeras de monitoramento têm um sistema de reconhecimento facial para estudantes, funcionários e visitantes.

Um diferencial é a sala de integração sensorial para atender alunos com deficiência. São mais de 20 estímulos, como barra de flexão e escada suspensa, caminho circular e curvo.

Além disso, a unidade é totalmente acessível, tem dois elevadores e todos os ambientes são climatizados.

Uma quadra poliesportiva de 763 metros quadrados conta com telhado tipo sanduíche, que proporciona conforto acústico e térmico.

Há ainda brinquedoteca, biblioteca digital (acessível), estudioteca, sala de integração sensorial, atendimento educacional especializado (AEE) e infraestrutura tecnológica.

LEIA TAMBÉM: