Coleta voluntária

Região ganha pontos de entrega para coleta de latas de tinta vazias

Até 2021, Cubatão, Praia Grande, Peruíbe, Bertioga e Mongaguá devem receber pontos para entrega voluntária

10 de julho de 2019 - 09:42

Da Redação

Compartilhe

O Prolata inaugura mais três pontos de entrega voluntária (PEV) de latas de tinta pós-consumo na Baixada Santista.

No sábado, 6 de julho, os pontos do Prolata entraram em operação nos municípios do Guarujá, São Vicente e Itanhaém em unidades da Baratão das Tintas (veja os endereços abaixo).

No sábado anterior, Santos foi a primeira cidade da Baixada a ganhar um PEV.

Os pontos de entrega voluntária (PEV) fazem parte da estratégia da cadeia de produção e comercialização de tintas de cumprir todas as etapas da chamada logística reversa.

Garantindo, assim, que as embalagens de tinta vazias possam ser coletadas e recicladas da forma correta.

Sem serem descartadas no meio ambiente e gerando valor para toda a cadeia de reciclagem, especialmente para os catadores.

A implantação dos primeiros pontos Prolata para coleta de latas de tinta vazias da Baixada Santista faz parte do plano de ação definido no Termo de Cooperação Ambiental celebrado, em novembro do ano passado, entre o Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente (GAEMA), do Ministério Público de São Paulo; a Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço), criadora e coordenadora do Prolata; a Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (ABRAFATI); e a Associação dos Revendedores de Tintas do Estado de São Paulo (Artesp).

Em sua primeira etapa, o plano previa a implantação dos quatro primeiros PEVs de latas de tinta do Prolata em Santos; Guarujá; São Vicente e Itanhaém até novembro de 2020.

“Mas demos prioridade absoluta e antecipamos a implantação”, afirma Thaís Fagury, presidente da Abeaço e coordenadora do Prolata.

 

Mais cidades

O plano de ação prevê a instalação de pontos de entrega voluntária nos municípios de Cubatão; Praia Grande; Peruíbe; Bertioga e Mongaguá até novembro de 2021.

“Logística reversa é um instrumento previsto na Lei de Política Nacional de Resíduos Sólidos para viabilizar o procedimento de coleta e restituição de determinados resíduos sólidos do setor empresarial. Com esse termo de cooperação assinado com as associações ABRAFATI, Artesp e Abeaço, o Prolata vai gerenciar e viabilizar a implantação desta logística reversa na Baixada Santista. Isso é um avanço significativo neste setor de resíduos sólidos e reciclagem. O Ministério Público, por meio do GAEMA, conseguiu viabilizar o termo de cooperação e vamos iniciar sua implementação. Tenho certeza que os resultados serão significativos”, explica Almachia Zwarg, promotora do GAEMA.

O envolvimento dos fabricantes de tintas e varejistas foi fundamental para o cumprimento do Termo de Cooperação.

“Temos de trabalhar em conjunto, dentro do conceito de responsabilidade compartilhada estabelecido na lei. Assim, viabilizando as melhores soluções relacionadas à correta destinação das embalagens de tintas pós-consumo. Isso inclui a participação de fabricantes, importadores, distribuidores, revendedores, consumidores e responsáveis pelos serviços públicos de limpeza urbana”, define Antonio Carlos de Oliveira, presidente-executivo da ABRAFATI.

O diretor executivo da Artesp, Salvador José do Nascimento, ressalta a importância dessa cooperação:

“O consumidor, após a utilização da tinta, deve saber como devolver a embalagem vazia ao revendedor, para que este a encaminhe para uma cooperativa, para a triagem e encaminhamento à siderurgia”.

Endereços dos postos Prolata da Baixada Santista:

Santos: Avenida Dr. Pedro Lessa 1535, Ponta da Praia

Guarujá: Rua Iracema, 474, Lote João Batista Julião

São Vicente: Avenida Antônio Emmerick, 1428, Vila Cascatinha

Itanhaém: Rua João Batista Leal, 119, Centro