Policiais da Rota ficarão em Guarujá por ‘tempo indeterminado’ | Boqnews

Segurança pública

06 DE MAIO DE 2022

Policiais da Rota ficarão em Guarujá por ‘tempo indeterminado’

A cúpula da PM estadual vai enviar 10 equipes das Rondas Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota) para atuar 24 horas em Guarujá e Vicente de Carvalho.

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Após o crescimento de crimes em Guarujá, policiais da Rota vão permanecer na cidade por ‘tempo indeterminado’.

O anúncio foi feito pela PM paulista após reunião do Comando Geral da corporação com a prefeita em exercício de Guarujá, Adriana Machado, convocada por ela, considerando os últimos acontecimentos na Cidade

A prefeita em exercício convocou uma reunião com o Comandante Geral da PM do Estado de São Paulo, Ronaldo Miguel Vieira, para traçar um plano de reforço da segurança.

Hoje, pela manhã, tiroteios pelas ruas de Vicente de Carvalho, distrito do município, provocaram a morte de uma mulher, vítima de bala perdida.

O encontro aconteceu no Paço Moacir dos Santos Filho por volta de 13 horas desta sexta-feira (6) e contou com todo o comando da PM da região.

Reunião entre prefeita e alta cúpula da PM definiu pelo reforço de homens da Rota em Guarujá. Foto: Helder Lima/Divulgação PMG

Operação Maré Alta

Um dos resultados dessa reunião foi a decisão, por parte da alta cúpula da PM estadual, de enviar 10 equipes das Rondas Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota) para atuar 24 horas em Guarujá e no Distrito de Vicente de Carvalho.

A ação integra o conjunto de estratégias previsto na Operação Maré Alta, organizada pela Polícia Militar, com o apoio da Guarda Civil Municipal e da Força Tarefa Municipal.

Durante a reunião, ficou acertado o apoio especializado das equipes de inteligência e a do Comando de Policiamento de Choque – em cuja estrutura está a Rota, além do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP).

“Não vamos baixar a guarda e vamos, em conjunto com o Governo do Estado e as polícias Civil e Militar, dar respostas imediatas e à altura, em defesa da população de Guarujá e Vicente de Carvalho”, garantiu a prefeita em exercício, Adriana Machado.

Dentro do escopo da Operação Maré Alta, que já tinha sido anunciada pela PM na última quinta-feira (5), estão previstos, ainda, o reforço de cerca de 28 viaturas e 56 militares por dia para atuar no Distrito em Guarujá, incluindo o Distrito de Vicente de Carvalho, especialmente o corredor comercial da Avenida Thiago Ferreira.

Ofício

Adriana Machado reiterou ao Comandante Geral da PM do Estado de São Paulo as reivindicações já apresentadas em ofício um dia antes ao secretário chefe da Casa Civil do Estado, Cauê Macris: o reforço do efetivo das polícias Civil e Militar, o retorno da Operação Delegada e a organização de operações especiais de inteligência para combate ao crime.

A prefeita em exercício também relacionou os investimentos do Município no apoio à segurança pública, como o aumento do efetivo da Guarda Municipal, que totaliza um efetivo de 355 agentes, inclusive com o uso de armas de fogo, além do compartilhamento de 1.770 câmeras de monitoramento espalhadas pela Cidade, e a modernização do parque de iluminação pública.

O comandante geral da PM destacou que a relação de integração e cooperação com a Prefeitura de Guarujá é uma das mais bem sucedidas e ressaltou que a Polícia Militar está atenta às necessidades da Cidade e da região, e sempre alerta para dar prontas respostas à altura, quando necessário.

“A PM está presente e atuante e vamos agir também de maneira a aumentar a sensação de segurança da população”, disse.

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.