Prefeitura de Santos

Servidores fazem ato contra projeto encaminhado à Câmara

Ato está programado para iniciar às 16 horas contra a aprovação da proposta da Prefeitura que prevê pagamento de abono de 2% a partir de julho. Administração informa que esta é a proposta máxima.

03 de abril de 2017 - 14:45

Da Redação

Compartilhe

Servidores, em greve desde o último dia 9, farão ato em frente à Câmara. Prefeitura encaminhou nova proposta ao Legislativo e espera que vereadores votem de forma favorável.

Servidores, em greve desde o último dia 9, farão ato em frente à Câmara.  Foto: Sindserv/Divulgação

Em seu 26º dia de paralisação, o Sindicato dos Servidores convocou para as 16 horas desta segunda  (3) uma manifestação em frente à Câmara contra o projeto encaminhado na última sexta pelo Executivo ao Legislativo – sem ter ocorrido acordo com os sindicatos – que propõe um abono de 2% sobre o salário-base de julho a setembro, passando para 5,35% em outubro e novembro, com incorporação deste índice no salário em dezembro deste ano.

O vale-alimentação e vale-refeição teriam o reajuste de 5,35% retroativo a fevereiro. Os servidores pedem 7% de reposição, mesmo índice aplicado em relação ao aumento do IPTU pela Prefeitura.

O secretário de Gestão, Cacá Teixeira, informou que esta é a proposta máxima oferecida pela Administração. O projeto será levado em plenário hoje, mas as votações – salvo não ocorram sessões extras – ocorrerão nas próximas quinta (6) e segunda (10). Há algumas semanas, pelo menos 15 vereadores haviam se posicionado contra a possibilidade de votar um índice inferior a 5,35%.

Na semana passada, por decisão da Justiça, 80% dos servidores das áreas de Saúde, Educação e Assistência Social voltaram ao trabalho (hospitais e Prontos-Socorros em sua totalidade).

Bolo de aniversário

Apesar da chuva no sábado (1), centenas de servidores participaram do ato em protesto à proposta da Prefeitura de Santos. No sábado (1), funcionários se concentraram na Praça das Bandeiras, seguiram pela Avenida Vicente de Carvalho e se concentraram em frente ao prédio o onde reside o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, nas imediações do Canal 3.

Como ‘presente’ entregaram um bolo de aniversário em razão da data (1º de abril) ao porteiro. Não se sabe, porém, o destino do mesmo.

LEIA TAMBÉM: