Opiniões

07 DE JULHO DE 2014

A ação transformadora

Por: Ordem Rosacruz

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

 Hideraldo Montenegro F.R.C.

Há um equívoco imenso naqueles que anseiam por mudanças imediatas: procuram o caminho da destruição para supostamente construírem uma realidade diferente daquela em que vivem. No entanto, a qualidade da ação determina a reação. Nas ações existem qualidades positivas e negativas e é óbvio que são estas qualidades que vão determinar a qualidade da reação.

O agente da mudança nunca deve esquecer que existem processos e etapas para uma meta ser alcançada. Se algo está num nível abaixo não significa que não seja importante para o processo e que deva ser destruído. O fato de algo ser idealmente menor não o qualifica como desnecessário ou inútil, ou pior, um impecilho à realização de um ideal superior. Por exemplo, o degrau inferior de uma escada não é menos importante, no processo de ascensão, que os degraus superiores dela.

Enfim, o processo de transformação deve dar-se de forma gradual, harmoniosamente. Entretanto, equivocadamente muitos apelam para o conflito, para o confronto, para a destruição, para a desagregação e, assim, só colhem reações adversas, negativas. Tudo que pensam, falam e fazem têm como resultado uma grande ineficácia, um grande nada (ou, na verdade, um grande continuismo). Em virtude disto, não conseguem perceber a origem de tanto dano, de tantas coisas negativas em suas vidas e, assim, vivem buscando um culpado para os seus desacertos. Vivem criticando tudo e reclamando de tudo.

Pragmaticamente esquecemos de agradecer por tudo o que temos, pois, esta atitude, no mínimo, nos coloca numa condição mental positiva e uma condição mental positiva é determinante para o sucesso de qualquer ação que causamos.

Como combatemos uma atitude negativa? A melhor forma para neutralizarmos a crítica negativa é neutralizarmos a sua arma (ou não darmos ouvidos a ela): a palavra maliciosa. Como diz o ditado popular: “Quem muito fala, muito erra”. Precisamos aprender a escutar para, assim, evitarmos “engravidar” pelos ouvidos. Estar sempre atentos, vigilantes e não sermos usados por aqueles que pretende nos induzir a pensamentos negativos também é fundamental para evitarmos que o mal se propague.
Propósito da Antiga e Mística Ordem Rosacruz – AMORC
É uma organização internacional de caráter templário, místico, cultural e fraternal, dedicada ao estudo e aplicação prática das leis naturais que regem o universo e a vida. O objetivo é promover a evolução da humanidade através do desenvolvimento das potencialidades de cada indivíduo e propiciar ao seu estudante uma vida harmoniosa, que lhe permita alcançar saúde, felicidade e paz.

Conheça mais sobre a AMORC
Serviço: Ordem Rosacruz, AMORC – Site: www.amorc.org.br – E-mail: [email protected]

LCB

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.