Dez do Manduca
Armando Gomes

Jornalista e apresentador do programa Esporte por Esporte

Apenas saudade!

No domingo (13) pela manhã fui acordado com a sinistra notícia do falecimento do meu amigo, irmão e companheiro Orlando José

18 de setembro de 2015 - 17:23

Compartilhe

É muito difícil escrever com a alma. Por isso peço desculpas aos amigos do Boqnews. Não irei fazer 10 notas na coluna de hoje. Pois é bem mais fácil escrever e falar apenas com palavras. Mas desta vez, escrevo e falo com a alma. No domingo (13) pela manhã fui acordado com a sinistra notícia do falecimento do meu amigo, irmão e companheiro Orlando José.

Não perdi apenas o companheiro de bancada do Programa Esporte por Esporte. Mais que isso, perdi o companheiro de quase meio século de convivência. Orlando foi internado para operar o joelho, voltou para casa, pois a cirurgia foi um sucesso, mas posteriormente teve uma infecção que subiu pela própria perna para alojar-se no pulmão. Com mais de 15 dias na UTI, Orlando veio a falecer no último domingo (13) às 8h20 da manhã e a notícia chegou a mim por volta das 10 horas.

Orlando foi narrador, repórter, comentarista, apresentador de estúdio de rádio e TV. Era completo, bom português, amplo improviso, voz bastante audível e acima de tudo um belíssimo caráter. Nas emissoras que passou deixou saudades e amigos. Trabalhou na Rádio Clube, Cacique, Cultura, Universal e Atlântica e no rádio da capital trabalhou na equipe de Wilson Brasil. Orlando tinha um temperamento e uma personalidade forte.

Era amigo dos amigos e procurava distância dos inimigos, se é que os tinha. Seu apego à família era insofismável. Tinha verdadeira veneração pelos dois filhos e dois netos. A todo instante falava neles, mostrando sua imensa preocupação com a família.

Torcedor e sócio da A.A. Portuguesa desde os 5 anos de idade, Orlando não escondia seu sangue português e sua eterna preocupação com a Briosa. Estranhou-me muito não ter visto uma bandeira ou outra homenagem qualquer do clube no seu sepultamento. Coisa da vida.

Descansa em paz, meu querido companheiro.

Na bancada do Programa Esporte por Esporte jamais serás esquecido, assim como em nossos corações. Até um dia, velho camarada.

#DeusExiste!