Agora é Com Você!
Rubens Amaral

Médico e apresentador do programa Agora é Com Você - Santa Cecília TV

Quem ama não sofre

14 de junho de 2014 - 18:02

Compartilhe

Conta-se que uma lebre vivia numa floresta e se alimentava de ervas e folhas e não fazia mal a ninguém. Um macaco, um lobo e uma onça eram os companheiros da lebre que os ensinava a diferença entre o bem e o mal.

Chegou o dia de uma grande festa e a lebre lhes disse: “Hoje vocês devem levar para a festa presentes para oferecerem às pessoas que forem dignas de recebê-las”. E assim eles fizeram. Quanto a mim, pensou a lebre, o que poderei oferecer? Não tenho bananas, nem arroz, nem manteiga. Vivo de ervas e ervas não é coisa que se possa dar.

Surge então uma pessoa digna a quem a lebre sempre respeitou muito. Ela não pensou duas vezes. Já sei o que oferecer a essa pessoa: eu mesma. E disse a ela: “Vai, colhe lenha e acenda o fogo. Vou cozinhar-me a mim mesma e poderás então comer meu corpo” A pessoa digna disse: “Assim seja”. Feita a fogueira, num pulo a lebre lançou-se nas labaredas. E como para quem mergulha numa água fresca que acalma o tormento do calor, assim o fogo ardente, como uma água refrescante, acalmou todos os tormentos da lebre porque ela amou por inteiro.

Quem ama não tem tempo para sofrer. Foi assim com Jesus Cristo quando também se lançou na cruz e se deixou imolar num sofrimento que se transformou num sacrifício, num sacro ofício, transformando morte em vida e vida plena.

E você, está disposto a amar até que ponto?

O sofrimento só existe por causa do desejo, dizia Buda. Tire o desejo e nunca mais sofrerás.

Você vive desejando? Sua sede de desejos é insaciável? Quanto mais desejos mais sofrimento. Viva a vida como ela exatamente se apresenta. A vida é para ser vivida no sacrifício entendida como sacro, santo ofício em tudo que fazemos, afinal, quem ama o tempo todo não tem tempo para sofrer.

Nestas épocas de dia dos namorados e de Santo Antônio aproveite para aperfeiçoar seu modo de amar o Brasil e não se impressione com a Copa do Mundo. Um mês de pão e circo pode deixar o Brasil mais imundo.
Consuma-se nas chamas da mentira oferecendo-se em oblação num ritual santo que transforme morte em vida, mentira em verdade ao se descortinar o próximo ato neste teatro chamado Brasil: as eleições.
Agora é com você. Transforme o conhecimento em comportamento.