Foto: Divulgação

Opiniões

11 DE JUNHO DE 2021

Quem se habilita?

Por: Jairo Sergio de Abreu

A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou proposta que permitirá o remanejamento de emendas parlamentares individuais para a compra de vacinas contra a Covid-19 aos municípios. O remanejamento não é obrigatório e dependerá da vontade do parlamentar que, se quiser executá-lo, deverá enviar ofício para a Secretaria Estadual da Fazenda e Planejamento.

Sem mudanças

Apesar do ambiente pouco amistoso com seus pares do diretório municipal, a deputada federal Rosana Valle (PSB) não demonstra qualquer intenção de mudar de partido e já confirmou que disputará as eleições do próximo ano pela legenda visando a reeleição.

Lula, não!

Durante entrevista ao Jornal Enfoque, a deputada deixou claro em quem não votará nem fará campanha em 2022: o ex-presidente Lula (PT), a despeito do seu partido ser um aliado histórico.

À disposição

A paralisação promovida pelos caminhoneiros no Porto de Santos, que reivindicam a imunização contra a Covid-19, trouxe prejuízos à movimentação de cargas no cais e afetou o trânsito na Cidade. Apesar de justa, a demanda por vacinas só pode ser resolvida com a disponibilização do imunizante pelo Ministério da Saúde, a exemplo do que ocorreu com os trabalhadores portuários. Do contrário, não há possibilidade do pedido ser atendido.

À disposição II

Preocupado com o prolongamento da paralisação, o prefeito Rogério Santos colocou a estrutura de saúde da Cidade à disposição para imunizar os caminhoneiros, caso haja a cessão de vacinas pelo ministério, evitando que o movimento alcance dimensões nacionais com a interrupção do transporte de cargas no País.

Ciência x política I

Se as autoridades políticas levassem a sério o que diz a comunidade científica, pelo menos 3 em 4 mortes no País pela Covid deixariam de ocorrer, segundo estudo do pesquisador-doutor, Pedro Rodrigues Hallal.

Ciência x política II

Os dados foram divulgados durante a CPI da Covid de sexta (11), quando participaram a microbiologista Natália Pasternak e o ex-presidente da Anvisa, Claudio Maierovitch, ex-secretário de Saúde de Santos na gestão do ex-prefeito David Capistrano.

Há um ano

Indagada pela senadora Kátia Abreu (GO) sobre quando a comunidade científica identificou que a cloroquina não era eficaz no combate à Covid, a cientista lembrou que desde junho/julho do ano passado, o medicamento já não era mais adotado pela comunidade científica. Porém, o Ministério da Saúde continuou apostando no medicamento.

Agora vai?

Após anos da retirada, finalmente a Prefeitura de Santos lançou novo edital para instalação de placas e relógios em áreas públicas. O prazo do contrato será de 10 anos.

Só problemas

Não bastasse o déficit de R$ 682 milhões, a Cohab Santista tem outro ‘pepino’ para resolver. O Tribunal de Contas foi ácido no parecer no julgamento das contas de 2018, classificados novamente como irregulares. Entre alguns itens, o excesso de comissionados (74 contra 27 servidores efetivos), horas extras absurdas (10 servidores tiveram 11.246 horas extras) e outros abusos. O presidente Maurício Prado foi multado em 160 Ufesps (R$ 4. 654,40)

Quem Responde?

Quando..
o Governo Federal vai investir em comunicação clara e correta no combate à pandemia?

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.