Dez do Manduca
Armando Gomes

Jornalista e apresentador do programa Esporte por Esporte

Respeito ao ídolo

Nas Dez do Manduca, saiba mais sobre os bastidores do futebol

12 de agosto de 2016 - 19:56

Compartilhe

Não posso, não quero e não devo esquecer os problemas que tive com Robinho. Problemas esses duraram muito tempo na justiça brasileira. Aliás, o problema nunca foi com ele, e sim com os asseclas que dele se locupletaram ao longa da vida. Contudo, nunca neguei a capacidade e acima de tudo a competência técnica do jogador. Suas conquistas, suas glórias e seus títulos jamais serão apagados da história dele e do próprio Santos FC. O torcedor do Santos, todavia, está magoado com Robinho.

2- Respeito ao ídolo II
Suas últimas tratativas para voltar ao Santos não deram em nada. Modesto Roma Junior fez de tudo e mais um pouco para ter Robinho de volta. Afinal de contas, a camisa do Santos é aquela que Robinho mais se identificava. Mas nada disso foi levado em conta e apesar das várias reuniões, Robinho preferiu bater asas e voar para ares mineiros. Claro que o problema foi explicitamente financeiro, nada mais. Seu ambiente era bom, a torcida o queria de volta e a diretoria fez das tripas coração para tê-lo novamente com a camisa 7. Mas o Santos tinha um teto financeiro a cumprir e a coisa não deu certo.

3- Respeito ao ídolo III
Soube que várias cédulas de dinheiro junto com algumas moedas serão atiradas  no jogador no confronto do Santos FC contra o Atlético-MG neste domingo (14), na Vila Belmiro. Aconselho a torcida santista a não fazer isso. Temos que respeitar o passado do jogador no clube e acima de tudo não provocar a interdição do estádio. O resto fica na mão do Homem.

4- Messi e Neymar
Há alguns meses, não entendi o motivo de Messi ter abdicado de jogar pela seleção nacional de futebol da Argentina. No começo, cheguei mesmo a pensar que era falta de patriotismo. O tempo foi passando e fatos estranhos foram acontecendo paralelamente com o brasileiro Neymar.

5-Fardo de Neymar
No começo, achavam que Neymar teria que jogar a Olimpíada 2016 no Rio, outros criticavam entendendo que a seleção tinha que vir sem astros e muito bem treinada, coisa que não aconteceu. Agora parece que o mundo desaba na cabeça de Neymar como há meses desabou na cabeça de Messi. Querem creditar a Neymar toda culpa e responsabilidade pelo fiasco da seleção brasileira, querem creditá-lo toda culpa de termos um futebol desorganizado e sem comando. Temos um técnico incompetente e uma seleção que mal se conhecia treinando por duas semanas apenas e sendo mal escalada. É fácil crucificar Neymar até mesmo por ter a faixa de capitão. E daí? Qual o problema ser ou não capitão. Chega de blá-blá-blá.  Assumam suas incompetências.

6- Tá na hora
Está na hora de Santos FC, Portuguesa Santista e Portuários, junto com os investidores, esclarecerem as negociações da nova arena ao público. É muito blá-blá-blá e o projeto?

7- DJ e Luxa
Dorival Júnior no São Paulo e Vanderlei Luxemburgo de volta ao Santos FC. Essa foi a previsão de um programa esportivo humorístico da Capital. Prova que sabem fazer boas piadas. Quem conhece Roma sabe que as chances disso acontecer são poucas. Menos que 0%.

8-Uísque e Azeitona
Ex-presidente do Conselho Deliberativo do Santos FC, José da Costa Teixeira, passou por cirurgia, mas já está em casa tomando seu uísque e comendo suas azeitonas. Boa recuperação, Teixeirão!!!

9-Saudade
Faleceu nesta semana, aos 100 anos, o conselheiro honorário do Santos FC, Júlio Teixeira Nunes, que dava nome da subsede do Peixe em São Paulo, quando a mesma funcionava na casa do José Carlos Peres na gestão de Marcelo Teixeira. Um grande santista. Ferrenho opositor de Modesto Roma pai nos anos 70, mas sempre com argumentos e fidalguia, nunca com ataques pessoais. Fará falta, mesmo para aqueles que como eu, algumas vezes, estavam de lados opostos. Fica a saudade

10-Torcida
Nesta segunda-feira (15) a partir das 9 horas, acontece a maratona aquática feminina nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Santos vai parar para torcer por Ana Marcela Cunha e Poliana Okimoto. Chance de  medalhas femininas nascidas nas piscinas da Unisanta.

#DeusExiste