Brabham tem plano ambicioso para voltar à F-1 | Boqnews
Foto; Divulgação

Automobilismo

25 DE SETEMBRO DE 2014

Brabham tem plano ambicioso para voltar à F-1

Equipe fundada por Jack Brabham voltará ao automobilismo em 2015

Por: Folhapress

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Equipe pela qual Nelson Piquet conquistou dois de seus títulos mundiais na F-1, a Brabham pode voltar à principal categoria do automobilismo.

Tendo deixado a F-1 na temporada de 1992, a equipe fundada por Jack Brabham voltará ao automobilismo no ano que vem, como uma das participantes do WEC, o Mundial de Endurance da FIA, e tem um plano ambicioso de retornar à categoria mais importante do esporte num futuro próximo.

O Projeto Brabham conta com a ajuda dos torcedores, que são chamados a doar dinheiro para “viver a experiência” com o time que conquistou os Mundiais de Pilotos da F-1 em 1981 e 1983 com Piquet, em 1967 com Denny Hulme e em 1966 com o próprio Brabham.

O objetivo da equipe é arrecadar US$ 250 mil (aproximadamente R$ 597 mil) até 1º de novembro para poder competir no WEC e participar das 24 Horas de Le Mans no ano que vem.

“Passamos por uma longa e difícil jornada para proteger e trazer o nome Brabham para o controle de nossa família e então decidir qual seria o próximo passo no caminho desta marca icônica”, afirmou David Brabham, filho de Jack, morto no início deste ano, que será o chefe do time.

“Há muito tempo sonho em ver a Brabham novamente nas pistas, vencendo no nível máximo do esporte e dando prosseguimento ao legado que meu pai deu início nos anos 60”, completou. “Quem sabe para onde isso pode nos levar? De volta à F-1, eu espero”.

Pelos planos de Brabham, depois que o time arrecadar dinheiro suficiente, a próxima parte do projeto será implementada, com a busca de patrocinadores. “Só assim, juntos, teremos força para atrair investidores”, afirmou o dirigente.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.