Esportes

Marinho sofre preconceito e rebate em redes sociais: “Sei o valor que tenho”

Durante transmissão por rádio, comentarista Chef Benedetti fala que o jogador “está na senzala”

31 de julho de 2020 - 17:00

Fernanda Paes

Da Redação

Compartilhe

Durante a transmissão da partida entre Santos e Ponte Preta, na última quainta-feira (8), Pela rádio “Energia 97”, o  comentarista Chef Benedetti, se expressou de forma racista ao ser questionado o que diria ao jogador Marinho após a expulsão do mesmo.

Durante o intervalo, Benedetti afirma o que falaria  se ele e o jogador fizessem parte de um grupo de mensagens instantâneas. “Eu vou falar assim: ‘Você é burro, você está na senzala, você vai sair do grupo uma semana para pensar sobre o que você fez.”

Antes do jogo chegar ao fim, o comentarista se desculpou com os ouvintes. Entretanto, após a partida, o atacante do Peixe desabafou nas redes sociais:

“Toda vez eu defendo a bandeira porque você passa por isso na pele. E quando você passa, você sofre. Quando acontece com a gente, a gente sente mais. Por isso eu brigo pela causa porque quando a gente passa na pele é horrível. E a gente não pode deixar passar. Sei o valor que tenho. Antigamente, eu não tinha voz ativa, então, passava despercebido. Todo mundo passa isso. Quando acontece com quem não tem voz ativa, baixa a cabeça e anda. Eu sempre brigo pela causa porque hoje eu tenho voz ativa. E quando acontece com quem tem voz ativa, isso só mostra que quem não tem voz ativa passa por coisas piores. Temos aceitado muito disso, e a Justiça não pune esses preconceituosos, vermes. Mas Deus perdoa”.

Confira o vídeo do marinho:

A rádio Energia 97 afirmou que o comentarista sofrerá punição pelo comentário e o mesmo já ressaltou que conversou e se desculpou com o jogador.

Ainda pelas redes sociais, o Santos não mencionou sobre o caso, mas se mostrou contra a qualquer tipo de atitude racista.

Nota foi divulgada na tarde desta quinta-feira

LEIA TAMBÉM: