Com 97,5% dos votos, associados do Santos aprovam construção de novo estádio | Boqnews
Projeto da nova Vila Belmiro - Foto: Divulgação

Esportes

17 DE DEZEMBRO DE 2022

Com 97,5% dos votos, associados do Santos aprovam construção de novo estádio

O futuro estádio terá capacidade para abrigar mais de 30 mil torcedores e em dias de shows a capacidade será de até 35 mil pessoas

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Com 97,5% dos votos, associados do Santos FC aprovaram a construção da arena Vila Belmiro, a ser erguida no mesmo local onde se localiza o estádio Urbano Caldeira.

Assim, está autorizada a parceria com a empresa WTorre.

O grupo é o mesmo que edificou o Allianz Parque, do Palmeiras.

Ao todo, 4.672 torcedores votaram de forma favorável e 117 contra.

A votação ocorreu neste sábado (17), durante Assembleia Geral Extraordinária, no Ginásio Athié Jorge Coury, na Vila Belmiro.

Ao todo 4.789 associados votaram, sendo 548 na votação presencial e 4.241 na votação online.

Virtual – 4.241 votos
A favor – 4.142
contra – 99

Presencial – 548 votantes
A favor – 530
contra – 18

O acordo para o futuro estádio do Santos FC será semelhante em relação ao clube da Capital.

Assim, a atual Vila Belmiro seria substituída pela nova arena ocupando o mesmo terreno – a exemplo do que ocorreu no antigo Parque Antartica.

No entanto, provavelmente haverá necessidade de incorporação de áreas públicas e, talvez, particulares – como residências no entorno.

No caso da via pública, há possibilidade de ocupação de parte da rua Tiradentes, na Vila Belmiro, especialmente no trecho entre as ruas D. Pedro I e Rua Princesa Isabel vizinha ao estádio.

Aumento da capacidade

O projeto prevê capacidade para 30.108 torcedores – quase o dobro da capacidade atual.

Assim, o custo previsto é de R$ 300 milhões, com  concessão para a WTorre em um prazo de 30 anos.

Além disso, a arena poderá receber shows de bandas nacionais e internacionais para até 35 mil pagantes – ocupando as arquibancadas e gramado, que seria sintético.

Não bastasse, um pequeno shopping com 63 lojas estará disponível ao público, inclusive com estacionamento com 400 vagas.

Dessa forma, em razão da proximidade com a Capital, a cidade de Santos poderá se tornar roteiro internacional para apresentação de artistas e bandas, sendo uma alternativa para a sempre lotada agenda paulistana de grandes espetáculos musicais.

Além disso, pelo acordo, o Santos FC não precisará investir nada.

Não bastasse, a bilheteria em dias de jogos será 100% do clube.

Assim como os gastos com energia, segurança, reposição de cadeiras quebradas e manutenção do local.

Câmara de Santos

Apesar de ser uma obra privada, em razão dos impactos que ela provocará, a Prefeitura de Santos e a Câmara de Santos já incluíram na Lei de Uso e Ocupação do Solo a criação de uma NIDE – Núcleo de Intervenção e Diretrizes Estratégicas da Vila Belmiro, justamente para avaliar os impactos que o empreendimento trará para o entorno.

Por sua vez, a votação da proposta ocorreu durante duas sessões da Câmara na última semana.

Dessa forma, o vereador Lincoln Reis (PL), que integra a Mesa Diretora atual e será futuro secretário da Câmara a partir de 1º de janeiro, adiantou que uma Comissão Especial de Vereadores – CEV será criada justamente para acompanhar o empreendimento.

A CEV foi solicitada pelo vereador Augusto Duarte (PSDB)

Ele participou do Jornal Enfoque – Manhã de Notícias desta quinta (15), onde tratou sobre este e outros assuntos.

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.