Esportes

Santista inicia vaquinha para conseguir finalizar temporada da Fórmula 1600

Campanha visa levantar recursos para inscrição em etapas e custear equipamentos do piloto Lélio Assumpção

15 de outubro de 2020 - 13:11

Da Redação

Compartilhe

O piloto Lélio Assumpção, da equipe San Race, deu início a uma vaquinha on-line, para levantar recursos, a fim de completar a temporada atual do Campeonato Paulista de Fórmula 1.600. O nome da mobilização é “Em busca do título”. O alto custo da competição e a perda de patrocínios por causa da pandemia criaram a dificuldade para custear a disputa. As doações podem ser feitas por meio deste link: www.vakinha.com.br/vaquinha/em-busca-do-titulo.
O santista é um dos principais nomes da categoria. Neste ano, Lélio chegou a liderar o torneio e vinha disputando o título. Apesar disso, é concreta a chance de não finalizar a competição. Por sinal, não é a primeira vez que real realidade bate a sua porta.

“Estou no automobilismo desde 2017, e esta é a terceira vez que tenho de recorrer ao público. Já fiz sorteios, rifas e outras vaquinhas virtuais. Com exceção de alguns poucos pilotos, que conseguem investir na carreira com recursos próprios, a maioria só se mantém graças a empresários e patrocinadores. Este é o meu caso. O automobilismo é um esporte em que tudo é caro, desde as peças do carro, até as viagens e equipamentos”, diz Assumpção.
Diante da situação, o santista resolveu pedir ajuda para concluir o campeonato. A verba arrecadada servirá para custear a inscrição de etapas e todo o equipamento necessário para a disputa (carro, peças, etc.). A vaquinha visa levantar o montante de R$ 22.000,00.
“Como não tenho mais de onde tirar o dinheiro necessário, conto com a colaboração de amigos, para conseguir juntar a quantia suficiente para continuar na competição. Com a ajuda de todos, poderei continuar conquistando vitórias e marcas, levando adiante o nome de Santos e da Baixada Santista no automobilismo”, frisa.

Stock Light

Como já foi dito, Assumpção começou a correr em 2017. Naquele ano, ele estreou na categoria Fórmula Vee a convite do ex-piloto e ex-chefe de equipe da Fórmula 1 Wilson Fittipaldi.
Dois anos depois, já na Fórmula 1.600, ele foi o vice-campeão do Campeonato Paulista. O bom desempenho rendeu um convite para ingressar na Stock Car Light.
Entretanto, o seu sonho esbarrou na falta de recursos financeiros. “Eu precisava de mais de R$ 1 milhão para migrar para a Stock Light. Corro atrás de novos patrocínios até hoje, mas esta difícil. Mesmo assim, não desisto e espero conseguir em breve o necessário para subir de categoria”.

LEIA TAMBÉM: