Foto: Divulgação

Esportes

03 DE NOVEMBRO DE 2021

Santos abre 160 vagas gratuitas para prática de Luta Olímpica

Modalidade, que também é conhecida como wrestling, se assemelha ao judô, mas sem o quimono como vestimenta

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

A Secretaria de Esportes de Santos (Semes) abre 160 vagas para a prática de Luta Olímpica.

A nova modalidade, oferecida gratuitamente através de uma parceria com a Associação Desportiva, Educacional e Social Equilibrium, atenderá alunos a partir de 8 anos e acontecerá no Centro Esportivo e Recreativo (CER) M. Nascimento (Rua João Fracarolli, s/n, Santa Maria).

Para se inscrever, os interessados devem comparecer no CER, a partir desta quarta-feira (3), das 9h às 12h ou das 14h às 17h, em posse do comprovante de residência (original e cópia), documento de identidade, duas fotos 3×4 e atestado médico com validade máxima de 6 meses (menores de idade devem estar acompanhados por um responsável legal).

As aulas acontecem em vários dias e horários distintos.

A Secretaria de Esportes ressalta que o número de vagas para cada turma tem alteração diária de acordo com a quantidade de matrículas realizadas, e que os horários disponíveis podem sofrer alteração sem aviso prévio conforme a procura.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (13) 3203-3802.

De acordo com o gestor do Equilibrium, Tharin Polheim Alves, a modalidade, que também é conhecida como wrestling, se assemelha ao judô, mas sem o quimono como vestimenta.

“No wrestling competitivo nós utilizamos a malha como vestimenta e um sapato apropriado. A modalidade consiste em uma luta entre dois indivíduos, que tem como objetivo imobilizar o adversário com as escápulas no solo, podendo também pontuar com projeções”, explica.

Alves destaca os benefícios da modalidade para os praticantes, sejam eles crianças, jovens ou idosos.

“A luta olímpica auxilia no desenvolvimento cognitivo-motor, no conhecimento do corpo e das suas capacidades, além de ser um importante meio de sociabilização entre os alunos”, destaca.

De acordo com o secretário de Esportes, Gelasio Ayres Fernandes Jr., o wrestiling é mais uma modalidade olímpica que passa a fazer parte do quadro de atividades gratuitas oferecidas pela Semes.

“Apesar do objetivo principal da secretaria ser a prestação de serviços ao munícipe e não o esporte de alto rendimento, as nossas escolinhas acabam sendo a porta de entrada da criança ou do jovem no esporte. São o primeiro contato com a modalidade que, na maioria das vezes, acaba despertando o interesse de seguir adiante e se tornar um atleta profissional e, quem sabe, um grande campeão no futuro”, ressalta

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.