Moscow City Ballet | Boqnews

ETC

06 DE NOVEMBRO DE 2008

Moscow City Ballet

Fundada em 1988 por Victor Smirnov-Golovanov, coreógrafo e ex-primeiro bailarino do Ballet Bolshoi, com o objetivo principal de ser um dos baluartes do que considera uma das grandes heranças russas para a humanidade – a dança clássica – o Moscow City Ballet transformou-se, em apenas 18 anos, em uma das mais respeitadas companhias de dança […]

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Fundada em 1988 por Victor Smirnov-Golovanov, coreógrafo e ex-primeiro bailarino do Ballet Bolshoi, com o objetivo principal de ser um dos baluartes do que considera uma das grandes heranças russas para a humanidade – a dança clássica – o Moscow City Ballet transformou-se, em apenas 18 anos, em uma das mais respeitadas companhias de dança do país.

Sendo atualmente detentora de um dos maiores currículos de turnês por todo o mundo e dentro da própria Rússia: são mais de 2100 apresentações em todos os continentes, incluindo países como: Inglaterra, Bélgica, Estônia, Alemanha, Holanda, Hong Kong, Israel, Japão, Lituânia, China, Portugal, Filipinas, Polônia, Irlanda, Coréia, Singapura, Taiwan e Estados Unidos, entre outros.
 
A partir do final do outubro a companhia mostrará aos brasileiros quatro balés de repertórios completos, escolhidos entre os principais clássicos da dança: O Quebra Nozes, Romeu e Julieta, O Lago dos Cisnes e Cinderela. Em Santos, a apresentação será no dia 11 de novembro.







O Quebra Nozes
O Quebra Nozes


A Companhia
 
Em 1988, Victor Smirnov-Golovanov — coreógrafo russo e antigo solista do Balé Bolshoi — fundou o Moscow City Ballet. No ano seguinte a companhia fazia sua estréia em Seul, Coréia. Ela é um fruto das reformas da Rússia pós-soviética e seu sucesso no exterior fez dela uma das que mais excursiona pelo mundo afora. Detalhe importante: trata-se de uma empresa privada, que não recebe subsídios do governo.
 
Victor Smirnov-Golovanov considera o balé clássico como uma parte importante da herança nacional russa e quer levá-lo ao público mais amplo possível, especialmente à nova geração de jovens apaixonados pelo balé.
 
Todas as produções de Smirnov-Golovanov, assim como suas versões de antigos clássicos, compartilham de um estilo e idéias claramente definidos, mantendo sempre sua identidade coreográfica e estabelecendo altos padrões de apresentação.
 
Foi na Inglaterra que a companhia colheu seus maiores louros, dando mais de mil e quinhentas apresentações desde 1991. O Moscow City Ballet também se apresentou na Bélgica, Chipre, Egito, Estônia, Alemanha, Holanda, Hong Kong, Israel, Japão, Lituânia e República Popular da China, além de Portugal, Filipinas, Polônia, Irlanda, Coréia, Singapura, Taiwan e Estados Unidos.
 
O Moscow City Ballet é reconhecido pela perfeição do seu corpo de baile, nas melhores tradições da escola russa de balé clássico. Esta posição é garantida pelos incessantes esforços, tanto de Victor Smirnov-Golovanov, quanto de sua esposa Ludmila Nerubashenko, nas produções e nos ensaios. As produções do próprio Smirnov-Golovanov, assim como as antigas versões dos balés clássicos, compartilham todas de um estilo, idéias e integridade coreográfica claramente definida, estabelecendo elevados padrões de apresentação.
 
A companhia conta com mais de cinqüenta bailarinos, e é integrada por jovens formados nas melhores academias de dança e escolas da Rússia e da Ucrânia, aí incluídas as de Moscou, São Petersburgo, Perm, Kiev, Novosibirsk, Alma-Ata, Baku, Erevan, Donetsk, Kharkov e Ufa. Recebe também a visita de solistas convidados do exterior. O Moscow City Ballet apresenta-se regularmente com sua própria orquestra, conduzida por seu regente principal, Igor Shavruk, e é constantemente requisitado em todos os continentes.
 
As primeiras bailarinas da companhia na turnê que vem ao Brasil são Gulmur Sarsenova, Maya Vishnyakova, Natalia Padalko e Valeria Guseva, e os bailarinos principais Sergei Zolotarov e Talgat Kozhabaev.



O Quebra Nozes
(somente esta será encenada em Santos)

Balé em 2 atos
Música: Piotr Ilyich Tchaikovsky
Libreto: Victor Smirnov-Golovanov
Versão e Direção: Victor Smirnov-Golovanov
Coreografia: Victor Smirnov-Golovanov, baseado em original de Marius Petipa
Cenários e Figurinos: Elisaveta Dvorkina

Serviço


Teatro Coliseu
Rua Amador Bueno 237
Dia 11 de Novembro às 21:00 hs
Ingressos e Informações  – (13) 4062.0016
Posto de Venda – Renault Estoril
Av. Washington Luiz 21 – Tel. 3229.1800
1° Andar (Platéia e Camarote) Individual – R$ 110,00.
2° Andar (Frisas, Tribuna e Camarotes) Individual – R$ 90,00.
Galeria  – R$ 50,00.
Desconto de 50% – Idosos acima de 60 anos, professores e estudantes.

Censura – Livre.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.