ETC
etc

Presente: Vez à utilidade

Presentes de casamento são uma forma dos convidados retribuírem o convite dos noivos para o grande momento e, de alguma…

01 de abril de 2011 - 21:56

Da Redação

Compartilhe

Presentes de casamento são uma forma dos convidados retribuírem o convite dos noivos para o grande momento e, de alguma forma, ajudar na decoração do novo lar. Por isso, é cada vez mais comum que casais montem e repassem aos convidados a lista de casamento. Não se trata de uma “obrigação”, mas apenas de uma orientação do que os noivos acreditam ser importante para eles.


A primeira recomendação é que a lista seja feita com antecedência: pelo menos 90 dias antes do casamento, e, se possível, produzida antes do envio dos convites. Já o envio de um cartão com as sugestões de presentes divide especialistas.


Alguns consideram o ato indelicado, por “condicionar” a pessoa ao que se deveria dar ou ao local para se comprar o produto (quando a lista vem acompanhada da loja onde este pode ser encontrado). Outros, por sua vez, consideram a iniciativa útil para dar menos trabalho aos convidados.


Não há exigência para que a lista seja exclusiva de uma loja, até pela possibilidade de variação dos presentes. Sendo assim, é interessante buscar estabelecimentos com diferentes especialidades, como móveis, cozinhas e decoração.


A escolha dos presentes também não pode ser limitada ao que se vê em fotos na internet. É importante que o casal possa observar o material in loco e se informe quanto à validade, formas de pagamento e possibilidades de troca dos produtos. Se possível, observar companhias que trabalhem com listas on-line, onde o convidado pode fazer a compra via internet. Outra dica é oferecer mais de uma marca como opção, para facilitar a procura, bem como solicitar às lojas que as entregas ocorram no mesmo local e em horários aos quais se sabe que haverá pessoas em casa.


Mas o que incluir entre os possíveis presentes? “Os noivos devem pensar e criar a lista com calma. Há uma variedade enorme de itens e, às vezes, coisas fundamentais passam em branco. É importante lembrar no momento de criação da lista que os produtos, além de combinarem com a futura casa, devem ser acessíveis para todos os tipos de convidados, assim os dois lados ficam satisfeitos”, informam as assessorias de imprensa de lojas como Extra e Ponto Frio.


Em seu site, a empresária Cecília Dale, responsável por uma rede de lojas especializada em decoração, observa que o casal deve considerar três momentos na hora de produzir a lista: o dia-a-dia, o almoço com amigos, e uma festa formal.


Itens como louças, copos, faqueiros e utensílios de cozinha em geral devem ser solicitados em pelo menos dois momentos: para uso cotidiano (em refeições diárias, por exemplo) e uso mais festivo (aniversários, encontro entre amigos).


Uma alternativa também é que o casal considere empresas que ofereçam serviço de conversão do valor das compras em créditos.

LEIA TAMBÉM: