Garcia determina imediata execução à ordem do STF para liberar rodovias | Boqnews
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Justiça

01 DE NOVEMBRO DE 2022

Garcia determina imediata execução à ordem do STF para liberar rodovias

Governador fez um apelo para manifestantes se dispersem de forma pacífica, mas destacou que haverá emprego de força caso haja resistência ao cumprimento da decisão judicial

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

O governador Rodrigo Garcia determinou, na manhã desta terça-feira (1º), às forças de segurança de São Paulo que atuem para o imediato desbloqueio de rodovias em todo estado.

As ações vão priorizar o diálogo e as negociações, mas em casos de resistência, poderá haver uso de força.

“Nós procuramos dialogar e negociar com esses manifestantes, para que as vias públicas fossem desobstruídas desde ontem. Hoje pela manhã, em virtude da decisão do Supremo Tribunal Federal, as negociações se encerram e partir de agora nós vamos aplicar aquilo que determina a decisão judicial”, afirmou o governador.

Rodrigo Garcia fez o anúncio durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes. Além disso, estavam presentes o secretário de Segurança Pública do Estado, general João Camilo Pires de Campos, a procuradora geral do Estado, Inês Maria dos Santos Coimbra, e o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mário Sarrubbo.

Decisão

A decisão do governador está relacionada com a solução do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, para que as forças de segurança tomem medidas imediatas para impedir as ações de bloqueio nas rodovias de todo o país. Durante sessão virtual na madrugada desta terça-feira, a decisão de Moraes foi referendada pelo STF.

Sendo assim, os manifestantes que descumprirem as determinações do STF e resistirem às ações da Polícia Militar, poderão ser multados e presos. A multa prevista é de R$ 100 mil por hora para cada veículo que realizar a obstrução de vias.

O governador destacou que as negociações já começam a ter êxito. Contudo, já ocorreu dispersão de vários pontos de manifestações. Entre eles o da Rodovia Hélio Smidt que havia bloqueado o acesso ao aeroporto internacional de Guarulhos. Quanto as manifestações, Rodrigo fez um apelo para o encerrar de forma pacífica os bloqueios.

“São Paulo respeita a democracia e não vai ser manifestação ou baderna que vai fazer com que a sociedade não reconheça os resultados da urna. Aos vencedores, o mandato, e aos perdedores, o reconhecimento da derrota. É isso que determina a nossa Constituição e é isso que São Paulo vai preservar”, destacou.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.