nacional

Inmet prevê ar seco em boa parte do Sudeste e Centro-Oeste

  O mapa meteorológico de hoje (15) mostra a existência de condições favoráveis à ocorrência de baixa umidade relativa do…

15 de maio de 2010 - 14:47

Da Redação

Compartilhe

 


O mapa meteorológico de hoje (15) mostra a existência de condições favoráveis à ocorrência de baixa umidade relativa do ar neste fim de semana nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, principalmente no noroeste de São Paulo, sul de Minas Gerais, leste de Mato Grosso do Sul e no sul de Goiás. Nestas áreas, a umidade relativa do ar pode cair a 20%, de acordo com Hamilton Carvalho, do Centro de Análise e Prevenção do Tempo, órgão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).


As condições são um pouco melhores em relação a Brasília, onde a umidade chegou a 40% na tarde de ontem (14) e pode ficar em 35% nas horas mais quentes deste sábado. O meteorologista salientou que “a temperatura está normal para o período do ano e a umidade está boa” no Planalto Central, visto que, em maio, ainda há ocorrência de chuva. A secura do ar costuma ficar mais crítica, segundo ele, a partir de junho, quando começa efetivamente a temporada de seca, que costuma durar até outubro.


Nos meses de julho, agosto e setembro, principalmente, a umidade costuma cair a níveis em torno de 15% no Planalto Central, provocando pequenos transtornos à saúde, como hemorragias nasais, diarreias e vômitos. Quando a umidade relativa do ar cai para menos de 20%, a Defesa Civil divulga alertas à população para que adote cuidados especiais de proteção. Os principais são: beber muita água, evitar banhos prolongados com água quente e não abusar do sabonete, para não eliminar totalmente a oleosidade natural da pele.


A supervisora de serviço do Sistema de Defesa Civil do Distrito Federal, Andrea Alessandra Lebis, lembra também que é recomendável pingar soro fisiológico nas narinas, algumas vezes por dia, para evitar ressecamento e sangramento nasais, e evitar o uso de aparelhos de ar condicionado, que retiram umidade do ambiente. Outras dicas são usar roupas leves, abusar de frutas e verduras nas refeições e evitar execícios físicos nos horários mais quentes do dia. As pessoas de pele clara devem tomar precauções adicionais, reforçando o uso de creme hidratante, protetor solar e, se necessário, reabilitar a sombrinha ou o guarda-chuva para se proteger dos raios solares.

LEIA TAMBÉM: