Porto

04 DE AGOSTO DE 2021

Novo fluxo ferroviário de fertilizantes ligará Santos ao Triângulo Mineiro

Tulha de carregamento permitirá que os insumos fertilizantes importados via TIPLAM, no Porto de Santos, sejam movimentados por ferrovia até Uberaba

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

A VLI, empresa de logística que opera terminais, ferrovias e portos, irá implementar uma nova estrutura de carregamento que permitirá que os insumos fertilizantes importados via TIPLAM, no Porto de Santos, sejam movimentados integralmente por um modal ferroviário até o Terminal de Transbordo do TFER, em Uberaba, no Triângulo Mineiro.

O investimento para viabilizar a operação é de R$ 107 milhões. Inicialmente, a capacidade instalada neste sistema comportará a movimentação de 825 mil toneladas ao ano.

Com isso, os insumos fertilizantes serão carregados no TIPLAM por intermédio de uma nova tulha de carregamento e então percorrerão aproximadamente 1 mil quilômetros por meio da malha da Ferrovia Centro-Atlântica (Corredor Centro-Sudeste), otimizando a operação logística e proporcionando ganhos em eficiência e ambientais, uma vez que há redução das emissões provenientes do consumo de combustíveis derivados de petróleo.

O projeto, idealizado em parceria com o TFER, prevê ainda a implementação de um novo terminal no Distrito Industrial da Uberaba (MG).

A previsão de ativação do terminal é o quarto trimestre deste ano. Até lá, as operações serão realizadas com destino ao Terminal VLI localizado no município de Araguari (MG). O terminal TFER em Uberaba terá como objetivo primário realizar o transbordo ferroviário e armazenagem do fertilizante para atendimento dos mercados mineiro e goiano.

“Com a introdução deste novo sistema logístico, iremos atender o setor produtivo nacional com a singularidade que cada fluxo necessita. Além disso, vamos contribuir para o fomento à industrialização no Triângulo Mineiro e com a crescente demanda do agronegócio brasileiro”, afirma Alexandre Biller, gerente de Desenvolvimento de Negócios da VLI.

O terminal realizará o recebimento, armazenagem e movimentação dos produtos para as companhias de fertilizantes instaladas no Distrito Industrial de Uberaba (DI3) e região.

Segundo a empresa, o projeto nasce com estrutura de ponta gerando eficiência, capacidade e qualidade para as empresas do setor, fomentando ainda mais o desenvolvimento econômico da região através do modal ferroviário.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.