Título eleitoral

Eleitores paulistas já começam a receber Título de Eleitor digital

A substituição do antigo papel-moeda por uma impressão em papel sulfite tem o objetivo de informar o número do título e ao mesmo tempo reduzir custos

03 de maio de 2019 - 11:29

Eliane Gonçalves

Agência Brasil

Compartilhe

Os eleitores paulistas já começaram a receber  o novo Título de Eleitor.

Ele passa a ser impresso em papel comum branco, traz os nomes do pai e da mãe do eleitor e, no lugar da assinatura entra o código de validação, ou o QR Code.

Outra novidade é que a partir de agora o documento pode trazer o nome social adotado por eleitores transexuais.

Em São Paulo, o novo título já começou a ser distribuído nos serviços de Poupatempo.

Eles contam com postos avançados do TRE, o Tribunal Regional Eleitoral.

A substituição do antigo papel-moeda, verde e branco, por uma impressão em papel sulfite, tem o objetivo de informar o número do título e ao mesmo tempo reduzir custos.

Também aproxima o eleitor da versão digital do título que vai ficar disponível no aplicativo da justiça Eleitoral, o e-Título.

O aplicativo pode ser baixado nas lojas App Store ou Google Play.

Francisco Eduardo de Holanda foi tirar a segunda via do documento e ficou surpreso quando viu o título impresso em papel comum, mas gosta da ideia do documento digital.

“Dá insegurança de ser um documento em papel sulfite? Olha, deu. Mas agora eu vi esse código QR aqui e eu espero que isso sirva para validar. O que você acha de ficar sem papel? Acho ótimo. Tem que pensar na sustentabilidade. Para mim tinha que ser tudo digital mesmo.”

 

 

Aplicação nacional

A substituição do Título de Eleitor atende a uma resolução de 2017, do Tribunal Superior Eleitoral.

Ela vai ser aplicada em todo país, gradativamente, à medida que for zerado o estoque de papel moeda nos tribunais regionais.

Antes de São Paulo, a mudança já tinha começado a ser feita no Acre.

LEIA TAMBÉM: