Foto: Divulgação educação

Sua Opinião

06 DE JUNHO DE 2019

Bom Samaritano

Novo artigo do colaborador José Roberto da Silva Vasconcelos.

Por: Da Redação

Abram suas Bíblias em Lucas 10: 30-37. Analisemos esses 8 versículos.

Permitam-me ir mais longe, Filosofar é pensar, criteriosamente, em busca da Salvação ou da Sabedoria, as quais são sinônimos pra Filosofia.

E a Sabedoria pressupõe Amor, do qual é filha primogênita. Salomão a pediu a Deus (II Crônicas 1: 10-12 e I Reis 3: 9-14). Nada mais. E obteve riqueza inigualável (I Reis 10: 23).

Inclusive reconhecimento, muito além das fronteiras de seu reino (I Reis 4: 34). Exemplo prático em I Reis 3: 16-28. Também em II Crônicas 9: 1-9, 12. E, ainda I Reis 10:1-10, 13.

Lembrando que o hífen, entre números, traduz-se por “até”. A vírgula, entre números, lê-se como “e”, uma vez que pula algum(ns) versículo(s).

O nexo entre Salomão e o Bom Samaritano está no bem.

A sabedoria de Salomão vai de encontro com o exemplo do samaritano benfeitor.

Também representa, o moribundo da parábola, todos que foram assaltados por desarranjos: saúde (psíquica e/ou física), econômico, político, guerras, acidentes e/ou catástrofes. Afora os cataclismos do planeta.

E, somente com muita ajuda podem soerguer-se.

Passado o drama a pessoa vai a busca de seu sonho.

Assim a riqueza origina-se de pequenas partes multiplicadas. A questão é: Saber multiplicar.

Pra fazer isso temos que ter um produto ou serviço que beneficie o maior número de pessoas.

Profissionais liberais e autônomos bem-sucedidos são exemplos.

Criam e ampliam sua clientela por mérito dos serviços bem prestados.

Muitos dependem da carteira assinada.

Pois a maioria das atividades jamais serão autônomas.

Afora a mão de obra desqualificada. Assim há exploração.

Os salários são nivelados pra baixo.

Salvo quando o profissional é disputadíssimo.

 

educação

Educação

Sem educação o País bebe na lama da ignorância, da violência, da fome, da exploração, da humilhação e do atraso tecnológico.

Educação é um conjunto.

Nada pode ser excluído. Humanidades formam cidadãos pensantes.

E trabalho e salários dignos são base da economia saudável e salvam almas, também.

Inclusive dos ricos. Advertência: Lc 16: 20-31.

Já o voto deve ser visto como um atestado de vida ou de óbito. Hitler elegeu-se deputado com expressiva soma de votos. E deu no que deu.

Ao vermos A Lista de Schindler, esse bom samaritano moderno, que salvou expressivo número de judeus dos campos de concentração nazistas e da morte certeira, através do trabalho, refletimos.

Certamente é querida a lembrança desse empresário pelos sobreviventes do Holocausto.

José Vasconcelos
vascohomosapiens@gmail.com
Colabora com esse jornal desde 2016.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.