Turismo

Brumadinho: Diversão solidária

Cidade histórica promove o turismo recuperando-se de tragédia

21 de julho de 2019 - 10:00

Da Redação

Compartilhe

Minas Gerais é um estado bastante popular pelas charmosas cidades, repletas de cultura e história.

Uma delas é Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, que enfrentou uma tragédia recente.

Em 25 de janeiro deste ano, o rompimento de uma barragem do Córrego do Feijão deixou, até último registro, 248 mortes e 22 pessoas desaparecidas.

Buscando recuperar o fluxo turístico após o ocorrido, foi lançada a campanha Abrace Brumadinho exaltando as belezas que o destino oferece.

É na terra das brumas que está o maior e mais famoso museu a céu aberto da América Latina – o Instituto Inhotim.

O local, de 140 hectares, oferece mais de 200 obras de arte, parque, loja e restaurante. Dessa forma, torna-se visita obrigatória no roteiro, sendo recomendado conhecer o local em pelo menos duas visitas.

Para obter uma prévia, no site do museu é possível fazer um tour virtual (em https://www.inhotim.org.br/visite/tour-virtual/).

Para quem quiser conhecer aventura e sossego no mesmo lugar, o Verde Folhas é o local perfeito.

Construído usando técnicas de baixo impacto, é possível descansar na pousada e curtir cachoeira, tirolesa, arvorismo e rapel. Tudo isso diante da Mata Atlântica.

Além disso, é possível conhecer peças artesanais.

O local oferece restaurante de decoração rústica, com opções tradicionais, vegetarianas e veganas.

Natureza

A Serra da Calçada é indicada para admirar a natureza do bem histórico e cultural com extensão de oito quilômetros.

O exuberante Parque Estadual da Serra do Rola Moça permite que o visitante veja personagens da fauna como lobo-guará, onça pintada, veado campeiro, aves e outras espécies, além de orquídeas, bromélias e espécies raras da flora.

São oferecidos passeios de bike, mirantes e observação astronômica.

Além disso, dentro do Parque, o Mirante Morro dos Veados oferece vista panorâmica do vale, ideal para registros fotográficos.

É aconselhado ao turista que visita o local de junho a setembro agasalhar-se bem, devido a queda de temperatura e fortes ventanias.

O Sítio Histórico Quilombo Do Sapé fica na região quilombola de Brumadinho, formada pelas comunidades Marinhos, Ribeirão, Rodrigues e Sapé.

Elas mantém a cultura afro-brasileira viva e atuante na região.

Gastronomia

As opções de alimentação de Brumadinho são bastante atrativas. A feira gastronômica Rola Moça, que conta também com artesanato, acontece todo terceiro sábado do mês na região de Casa Branca.

No Mercado do Chef, situado no centro da cidade, é possível comprar especiarias, condimentos e conservas.

De segunda a sexta, é servido típico café da manhã mineiro no local.

Para conhecer o mercado de defumados artesanais, o Retiro Rural e o Rancho do Peixe aparecem como as principais opções.

Já para doces e queijos, carros-chefe da gastronomia mineira, o visitante pode conhecer o Empório Fazendinha e a Fazenda da Estiva.

Os amantes de cervejas artesanais e cachaças têm destino certo.

No distrito de Aranha, a cervejaria Casa Piacenza é popular por variações Pale Ale, Weiss, Stout, jabuticaba e chocolate.

Funcionando como fábrica e pub, a cervejaria oferece degustação e acompanhamento das etapas de produção.

A Rota da Cachaça traz experiências sensoriais com o que há de melhor em cachaça artesanal em Brumadinho.

O turista terá contato com as etapas de produção, degustação, conhecendo diversos sabores e aromas da popular bebida.

Para participar das atividades, é necessário agendar com duas semanas de antecedência.

LEIA TAMBÉM: