Turismo

Hotéis de Santos têm a maior taxa de ocupação dos últimos 10 anos

Programação das tendas, cruzeiros e réveillon são alguns dos fatores para o aumento de turistas

18 de fevereiro de 2020 - 10:36

Da Redação

Compartilhe

Com 74% de apartamentos lotados, a rede hoteleira registrou, no mês passado, a maior taxa de ocupação dos últimos 10 anos.

O índice é ligeiramente inferior ao registrado em janeiro de 2009, quando atingiu 74,75%. Assim, os números foram anunciados nesta segunda-feira (17) pelo secretário de Turismo Odair Gonzalez, após análise dos dados apurados pela Seção de Pesquisa Turística da Secretaria de Turismo junto aos próprios estabelecimentos.

Com 1.965 leitos disponíveis desde o ano passado, a rede registrou 1,37% de aumento de ocupação.

A gerência de alguns hotéis atribui o bom desempenho de Santos à alta do euro e do dólar, fazendo com que muitos turistas procurassem alternativas com variedade de atrativos no próprio País; à programação das tendas de verão na orla; permanência de turistas antes ou depois dos cruzeiros marítimos, e até mesmo ao réveillon, colocando a Cidade em um novo patamar de interesse. Além disso, Santos também é considerada uma cidade bonita, com boa infraestrutura turística, bem cuidada e segura, de acordo com as gerências.

O desempenho expressivo registrado em janeiro foi acompanhado também pelos equipamentos turísticos, informou o secretário Gonzalez. “Todas as atrações, sem exceção, acusaram aumento de público, em comparação com janeiro de 2019. “A frequência foi maior no Museu de Pesca, que registrou aumento de 50,38% de visitantes, ficando em segundo lugar o Museu Pelé, com um incremento de 40,6% de público (de 6.758 visitantes para 9.503), seguindo-se a Pinacoteca Benedicto Calixto (36,3%, de 3.749 para 5.113 visitantes) e Linha Turística do Bonde (3.4%, 13.664 e 18.233 passageiros).

Equipamentos seguem em alta

Em 5º lugar, em termos de público, ficou o Complexo Turístico do Monte Serrat, com aumento de 25,7% na comparação entre janeiro deste ano e de 2019 (4.202 para 5.283), enquanto o Aquário, que mantém a liderança entre os equipamentos turísticos, aumentou a frequência em 17,8% (81.075 para 95.512), seguido do Museu do Café, com 15,3% (40.394 e 46.611), e do Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube, com 13,8% (10.267 e 11.692). “Esse aumento de público também ocorreu na Linha Conheça Santos, city tour que acusou 211 passageiros em janeiro de 2019 e, no mês passado, 279 turistas, ou seja, um incremento de 32,2%”, complementou o secretário.

LEIA TAMBÉM: