Turismo

Mendoza: Capital argentina do bom vinho

Cidade argentina é opção para as férias

16 de junho de 2019 - 08:39

Da Redação

Compartilhe

A Argentina é um dos destinos mais procurados por brasileiros que querem ir para o exterior.

O país oferece diversos programas atraentes, com a vantagem de ser nosso vizinho.

Entre as várias opções de cidades para visitar, Mendoza chama a atenção dos interessados em vinho e neve, com estações de esqui e mais de 1.200 vinícolas.

Localizada no oeste da Argentina, aos pés da Cordilheira dos Andes, o destino é ideal para todos os públicos: casais, famílias, grupos de amigos e até aventureiros solitários.

Para chegar ao país, existem voos diretos de São Paulo para Mendoza, com duração de até 4 horas, ou ainda opções com escalas.

Nos caminhos para as vinícolas, as estradas apresentam boas condições e o bônus visual da Cordilheira dos Andes.

No destino argentino, os dias costumam ser ensolarados. No entanto, para quem gosta de aproveitar, o sol só vai embora após as oito horas da noite.

Três regiões concentram a produção de vinho em Mendoza, cada uma especializada em certo tipo de vinho de acordo com o solo, clima e altitude.

Luján de Cuyo é uma das regiões vinícolas mais antigas, também conhecida como “terra do Malbec”. Maipú concentra poucas vinícolas, mas permite que o visitante conheça os vinhedos em passeios de carro, bicicleta e até balão.

Além disso, é ideal para degustação de azeites, outro produto forte na cidade.

A região de Valle de Uco é mais distante do centro de Mendoza, situada a 12 mil metros de altitude.

Na ocasião, também se destaca como produtora de Malbec.

Para conhecer a maioria das bodegas, é necessário agendar com antecedência.

Algumas oferecem visitas guiadas em inglês e português e também é possível hospedar-se em pousadas que fazem parte das vinícolas.

No roteiro

É indispensável visitar a Bodega Norton, que inclui na programação safáris fotográficos, Ruca Malén, uma das pioneiras em investir na alta gastronomia, e a Nieto Senetiner, casarão com vista deslumbrante.

Passeios

Além de uvas e oliveiras, Mendoza tem piscinas termais, museus, e o Monte Aconcágua, montanha mais alta depois do Everest.

LEIA TAMBÉM: