Turismo

Monte Verde: Conforto, lazer e muita natureza

No interior mineiro, diversas opções de passeio para toda família

01 de dezembro de 2019 - 09:19

Da Redação

Compartilhe

Situado na Serra da Mantiqueira (cadeia montanhosa que abrange São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais), o distrito de Monte Verde oferece bastante sossego no interior mineiro.

Frio na maior parte do ano, tem baixa temporada no período mais quente, de dezembro a março, ideal para quem quer fugir de multidões.

Além disso, os meses mais tranquilos podem ofertar preços mais acessíveis de hospedagem e passeios.

Abril, maio e agosto também permitem aproveitar o clima que remete ao ambiente europeu sem enfrentar aglomerações. Importante ressaltar que em qualquer época do ano será possível saborear um chocolate quente e fondue nas montanhas.

Mesmo assim, o município conta com programação especial para as festas de fim de ano. O Natal Cultural nas Montanhas, que oferece atividades até 6 de janeiro, promete encantar os visitantes com o slogan O Natal mais charmoso de Minas Gerais! com decoração especial; apresentações musicais; de ballet; fanfarra e até cortejo infantil.

 

O distrito, vizinho de Campos do Jordão reúne belas paisagens e traços do estilo europeu. Foto: Divulgação

Hospedagem

As opções disponíveis são feitas para agradar a todos. Chalés simples prometem encantar os hóspedes que optaram por ficar a alguns quilômetros do centro da cidade.

Os locais mais sofisticados apresentam decoração elegante e algumas regalias. Já os resorts oferecem tratamento luxuoso aos hóspedes com spas, bares, restaurantes e atrações.

Monte Verde é, sobretudo, um destino encantador para casais.

No entanto, as acomodações proporcionam experiências bacanas também para as crianças. Passeios a cavalo, mini zoológico e piscinas estão entre as opções que os hotéis oferecem.

 

Paisagens encantam os visitantes de Monte Verde. Foto: Divulgação

Contato com a natureza

Além do aconchego mineiro, Monte Verde oferece variados passeios no segmento de ecoturismo. Para os amantes de trilhas, por exemplo, opções não faltam em todos os níveis.

A maioria delas não necessita acompanhamento de um guia, pois já estão devidamente sinalizadas. Entretanto, é necessário estar com roupas confortáveis – há quem aconselhe levar também um agasalho – e garrafa com água.

A trilha de mais fácil acesso é a do Pinheiro Velho, que possui cinco pontos de partida no centro de Monte Verde. Entre os picos mais visitados, destaque para Pedra Redonda, Pedra Partida, Chapéu do Bispo, Platô e Pico Selado.

Para esta última, recomenda-se acompanhamento, pois há mata fechada em alguns trechos.

Na Fazenda Radical são oferecidos passeios para os mais aventureiros e também aos mais tranquilos. Arvorismo, arco e flecha, passeios de quadriciclo, além de tirolesa que proporciona um passeio por mais de 925 metros.

Já na Escola de Falcoaria é possível interagir com as majestosas aves de rapina em um local que, sobretudo, promove educação ambiental.

Os visitantes, mediante agendamento, podem ver as aves após instrução teórica.

LEIA TAMBÉM: