Respiração correta turbina resultados de exercícios físicos | Boqnews
Foto: Divulgação

Saúde

04 DE FEVEREIRO DE 2016

Respiração correta turbina resultados de exercícios físicos

Além da execução e número de séries do exercício, o praticante deve prestar atenção na respiração

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

Praticar algum tipo de esporte é muito importante para a saúde física e mental e deve proporcionar prazer para quem o realiza. Porém, é muito comum ouvir algumas pessoas reclamarem que dedicam horas treinando e que mesmo assim o treino não apresenta os resultados esperados.

As pessoas costumam se preocupar muito com a amplitude do movimento, a velocidade de execução, o tempo de intervalo entre as séries — e esquecem de prestar atenção ao controle da respiração.

“Respirar corretamente não só auxilia na manutenção da atividade física por mais tempo como também melhora o rendimento do atleta, pois o organismo demora mais a ficar cansado”, salienta o educador físico e especialista em treino funcional, André Cano Fernandez.

Segundo o profissional, com uma respiração correta a circulação sanguínea é estimulada, ativando a musculatura e permitindo que ela trabalhe melhor, mais aquecida e com menos propensão a uma lesão.

“Assim como os demais músculos, o cérebro é oxigenado, gerando sensação de bem estar e relaxamento, o que aumenta o prazer do atleta durante a atividade física. É por isso que quando estamos num ambiente abafado, com pouca ventilação, começamos a sentir sono e cansaço: o nosso cérebro está pedindo ar”, explica.

Durante a prática esportiva a maneira de respirar não precisa seguir um padrão único, afinal, conforme muda o exercício físico é preciso realizar formas diferentes de respiração. A maneira mais adequada é aquela que facilita o fluxo de oxigênio e a saída de gás carbônico do organismo.

Dessa maneira, a respiração pela boca não está errada, e é sim essencial para os atletas, afinal, o nariz nem sempre é capaz de atender à necessidade de ventilação pelo organismo. Apesar do ar não entrar umidificado e filtrado, a boca é o caminho mais rápido para o ar entrar.

Veja algumas dicas: 

Exercícios com peso
Não segure a respiração quando estiver puxando peso, pois isso pode aumentar a pressão sanguínea (principalmente se você for hipertenso). A respiração mais aconselhada para esse tipo de exercício é a conhecida como respiração passiva. Expire no movimento de contração do músculo e inspire ao voltar à posição inicial.

Exercícios aeróbicos
Para corrida, caminhada, bicicleta, natação ou outros exercícios aeróbicos tente encontrar uma respiração regular. Quando estiver correndo procure um ritmo que se sinta confortável e adeque a respiração às passadas. A inalação e exalação do ar em frequências regulares faz com que o corpo mantenha um funcionamento equilibrado e também ajuda na concentração.

Exercícios aeróbicos intensos
Há momento durante um exercício em que a exaustão é muito grande. Principalmente nas corridas de longa duração, quando se sentir muito cansado e perceber que a respiração está irregular, faça uma respiração profunda. Inale o máximo de ar que conseguir, segure-o por um segundo e depois exale devagar. Essa técnica vai fazer com que o organismo capte mais oxigênio e você se sentirá um pouco mais disposto para prosseguir no exercício.

Exercícios aeróbicos de baixa intensidade
Se você for dar uma caminhada, um trote ou uma pedalada leve procure fazer a respiração nasal. Inspire profundamente pelo nariz e solte o ar, com a mesma tranquilidade, pela boca. Esse tipo de respiração vai ajudar o seu corpo a ficar relaxado, você se sentirá mais confortável e o exercício fluirá com mais naturalidade. Mas não faça muito esforço para manter essa respiração – a partir do momento que ela te incomodar passe a inspirar também pela boca.

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.