Direitos do consumidor

Reclamação contra empresa aérea

Consumidor reclama da dificuldade de reembolso por parte de empresa aérea

28 de maio de 2020 - 21:40

Adelto Rodrigues Gonçalves

Compartilhe

Escrevo a essa redação para reclamar do mau atendimento oferecido pela empresa Latam Airlines, que, em função da pandemia de coronavírus (codiv-19), adiou por duas vezes voo do Aeroporto de Guarulhos para o de Navegantes, em Santa Catarina.

O primeiro voo, LA 3876, estava marcado para o dia 20 de maio, mas foi remarcado para 1º de junho (LA 3344), voo que também foi cancelado.

Diante disso, pedi para que não houvesse nova remarcação do voo e que a empresa me devolvesse o dinheiro pago por duas passagens para mim e para minha esposa no valor de R$ 1.157,62, que cobria os bilhetes 9572129951435 e 9572129951369.

No dia 21, um atendente de nome Ícaro (protocolo nº 25683227) informou que , em uma semana, até o dia 28, a quantia seria reembolsada, com o envio para o meu e-mail de travel voucher.

No mesmo dia, a atendente Amanda Santos (protocolo nº 25650190-256501194) confirmou que o reembolso seria feito no prazo mínimo, até o dia 28.

Isso, porém, não ocorreu até agora.

No dia 28, o atendente Jonathan Silva (protocolo 25823107), do call center de João Pessoa-PB, desta vez, disse apenas que iria recuperar as conversações que tínhamos tido com os atendentes anteriores.

Portanto, nas ligações que tenho feito para a Latam, cada atendente dá uma informação, passando outros prazos, o que passa a impressão de que a empresa está tergiversando para adiar o quanto mais possível a devolução do dinheiro.

Assim, acredito que o mesmo procedimento está sendo adotado com outros consumidores que tiveram seus voos cancelados.

Adelto Rodrigues Gonçalves, jornalista