Finanças

06 DE DEZEMBRO DE 2021

Arrecadação cresce, mas pagamentos atrasam

Por: Da Redação

array(1) {
  ["tipo"]=>
  int(27)
}

A arrecadação de ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) em Santos cresceu 12% no terceiro trimestre de 2021 (julho a setembro), comparado ao mesmo período do ano passado.

Dessa forma, o valor arrecadado no trimestre foi de R$ 209,5 milhões.

Assim, os dados são da GissOnline.

Trata-se de uma plataforma de arrecadação do município, desenvolvida pela Eicon, empresa que presta serviços para a Prefeitura de Santos, e que divulgou os números.

O setor de Serviços inclui os segmentos de construção civil, turismo, academias e serviços financeiros, como bancos, entre outros.

Há uma distância considerável entre as receitas e despesas.

Não bastasse, a despeito do aumento substancial de verbas.

Assim, conforme dados da prefeitura, até novembro, foram arrecadados R$ 2 bilhões 641 milhões.

E pagos, R$ 2 bilhões  227 milhões.

Sendo que R$ 2 bilhões 663 milhões já foram empenhados.

Ou seja, volume de serviços executados, mas ainda não pagos.

Diferença, portanto, de R$ 435,9 milhões negativos a pagar.

Um buraco de 19,6% na relação entre o total pago e o que já está empenhado.

Ou seja,  na prática não são poucos os fornecedores sem receber pelos serviços prestados à Administração.

Ainda que ocorra alta na arrecadação.

Mais recursos

Assim, o número de empresas abertas em Santos no 3º trimestre de 2021 também cresceu em relação ao período anterior.

Não bastasse, pelo menos 237 novos negócios foram registrados entre julho e setembro, contra 198 no 2º trimestre, um aumento de 20%.

Por sua vez,  a quantidade de empresas fechadas no período caiu 6%, com apenas 67 encerramentos.

 

Notícias relacionadas

ENFOQUE JORNAL E EDITORA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

desenvolvido por:
Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies.