Política

Saídas do PDT e PSB

15 de outubro de 2019 - 10:45

Da Redação

Compartilhe

As votações contrárias aos pedidos dos partidos em relação à Reforma da Previdência farão com que PDT e PSB percam deputados, que votaram favoravelmente às mudanças.

Mas a saída – se ocorrer – não será via partidos, mas pelos próprios parlamentares.

O risco, porém, é deles perderem os mandatos, conforme entendimento atual.

Ontem (14), durante o programa Roda Viva, a deputada Tábata Amaral (PDT/SP) disse que sairá do partido, por não encontrar mais espaço nele.

Ela vai entrar na Justiça Eleitoral para garantir o direito ao mandato.

Tábata alega perseguição política por parte da legenda.

Além dela, outros nomes devem seguir pelo mesmo caminho.

Com a parlamentar, estarão os também pedetistas Flávio Nogueira, Marlon Santos e Gil Cutrim.

Além de integrantes do PSB: Rodrigo Coelho, Jefferson Campos e Felipe Rigoni.

Assista à entrevista

 

LEIA TAMBÉM: