Educação

Também na cozinha

11 de janeiro de 2021 - 17:54

Da Redação

Compartilhe

No último dia útil do ano passado, a prefeitura publicou no Diário Oficial edital para contratação de empresa responsável pela prestação de serviços de produção de alimentação escolar.

O serviço inclui a operacionalização e desenvolvimento de todas as etapas, do recebimento e armazenamento de mercadorias.

E ainda: a execução das preparações do cardápio escolar e distribuição das refeições, incluindo a higienização de utensílios e equipamentos nas unidades de ensino.

O contrato será válido por 1 ano, podendo ser prorrogado por até 5 anos.

O pregão eletrônico será realizado na quarta (13). Inicialmente, 13 escolas municipais estão incluídas na listagem.

No entanto, o sindicato dos servidores promete fazer barulho.

Nesta terça (12), às 17 horas, em frente ao Paço Municipal ocorre ato em protesto à decisão.

Segundo o sindicato, se os trabalhadores não reagirem, no futuro breve todo o serviço de alimentação de todas as unidades será terceirizado.

 

Operação Prato Feito

Foto: Reprodução

 

Veja quais são as primeiras UMEs na lista da terceirização:

– UME Judoca Ricardo Sampaio;
– UME Noel Gomes Ferreira;
– UME Monte Cabrão;
– UME Avelino de Paz Vieira;
– UME Santista;
– UME Mário de Almeida Alcântara;
– UME Terezinha Maria Calçada Bastos;
– UME Flavio Cipriano Barbosa;
– UME José Carlos de Azevedo Júnior;
– UME José da Costa e Silva Sobrinho;
– UME Luiz Alca de Sant´Anna;
– UME Paulo Gomes Barbosa;
– UME Penha.

LEIA TAMBÉM: